A Prefeitura de Manaus vacinou, nesta quinta-feira, 3/6, feriado de Corpus Christi, 15,2 mil pessoas, nos oito pontos estratégicos mantidos pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), para a campanha de imunização contra a Covid-19, com uma estrutura de 150 postos operados por 722 triadores e vacinadores. Os pontos foram abertos pouco antes das 9h e só encerraram as atividades por volta das 18h, duas horas depois do horário regular, para atender a todos que tinham ido se vacinar.

“Foi um dos dias de maior movimento desde o início da campanha, e foi necessário aumentar, para além do previsto, a quantidade de postos e de servidores encarregados de acolher, fazer a triagem e imunizar as pessoas que foram em busca da vacina”, disse a titular da Semsa, Shádia Fraxe.

Ao longo do dia, a secretária acompanhou o trabalho de vacinação para garantir que, mesmo com a alta demanda, todos fossem atendidos com segurança e com a agilidade possível.

“Recebemos um grande público logo nas primeiras horas da manhã e até o meio-dia já tínhamos vacinado oito mil pessoas. Por volta das 15h, chegamos a 13 mil pessoas e, até o final do dia, passamos dos 15 mil vacinados. Quase um recorde na quantidade de usuários imunizados em um único dia”, relatou.

Shádia destacou que a abertura da campanha municipal para a população geral, com atendimento escalonado por ordem decrescente de idade, foi decidida pelo prefeito David Almeida assim que o Ministério da Saúde (MS) orientou os municípios que já haviam alcançado os grupos populacionais de maior risco para a Covid, a dar início à vacinação do restante da população entre 18 e 59 anos.

“A decisão foi autorizada pela CIB (Comissão Intergestores Bipartite) e iniciamos a nova etapa da campanha na última quarta-feira, com doses de AstraZeneca remanejadas, para garantir que os residentes de Manaus sejam vacinados o quanto antes”, informou a secretária, lembrando que os primeiros vacinados foram as pessoas de 58 e 59 anos.

Além das pessoas de 56 e 57 anos, receberam a vacina contra a covid, nesta quinta-feira, os remanescentes de grupos prioritários anteriores, como idosos, pessoas com comorbidades, gestantes e trabalhadores da educação, entre outros, para os quais a campanha segue aberta. Também foram aplicadas segundas doses aos que já se encontravam no prazo para completar o esquema vacinal.

O trabalho nos pontos de vacinação contou com o apoio do Exército e da Marinha, que vêm auxiliando a Semsa desde a abertura da campanha.



55 anos

Nesta sexta-feira, 4/6, a vacinação avança para o público de 55 anos de idade. Para ser vacinado, o usuário deve fazer o cadastro no Imuniza Manaus (https://imuniza.manaus.am.gov.br/), escolhendo a opção “Cadastro do Cidadão”. O sistema fará o agendamento, informando dia, hora e local onde a pessoa será vacinada. O mesmo acontece para o recebimento da segunda dose. Para ter acesso aos dados de agendamento, basta acessar o botão “Consultar 1ª dose” ou “Consultar 2ª dose”.

Os documentos obrigatórios para garantir a vacina são documento de identificação original, com foto, CPF e comprovante de residência (original e cópia), que demonstre que o usuário é morador de Manaus. A secretária destaca que a cópia do comprovante de residência é indispensável, uma vez que será retida para controle.

Para os de 55 anos e para os que irão receber a segunda dose de AstraZeneca o atendimento segue nos seis pontos de vacinação já tradicionais da Semsa, das 9h às 16h, no Centro Cultural dos Povos da Amazônia, Universidade Paulista (Unip), Clube do Trabalhador do Sesi/AM, Centro de Convenções de Manaus (sambódromo), supermercado Coema e balneário do Sesc/AM.

Os que vão receber a segunda dose de CoronaVac devem se dirigir somente ao sambódromo, posto único para a segunda dose desse imunizante.

Os que pertencem a grupos prioritários anteriores e, portanto, vão receber a primeira dose da vacina, devem procurar exclusivamente o Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, na zona Norte.

Já os trabalhadores da saúde previamente cadastrados e agendados serão atendidos na Escola de Enfermagem de Manaus, na zona Sul, assim como os que pertencem às forças de Segurança e Salvamento e às Forças Armadas. Desses dois últimos grupos estão sendo vacinados apenas os que atuam na linha de frente contra a Covid-19 e cujos nomes constam nas listas oficiais encaminhadas à Semsa.

Além de avançar na vacinação da população geral, a Semsa começa a vacinar no próximo sábado, 5/6, os trabalhadores do Transporte Coletivo Rodoviário de Passageiros (motoristas, cobradores e administradores de linha) e os caminhoneiros. Eles também serão atendidos nos seis postos de vacinação. Na segunda-feira, 7/6, será a vez dos funcionários e da população do Sistema de Privação de Liberdade, que serão vacinados nas próprias unidades do Sistema.



Pontos de vacinação

Para os que têm 55 anos (Geral) e para a segunda dose de AstraZeneca



Zona Norte

Estacionamento do supermercado Coema

Avenida Torquato Tapajós, nº 5.890, Novo Israel



Zonas Sul

Centro Cultural dos Povos da Amazônia

Avenida Silves, 2.222, Crespo



Centro-Sul

Universidade Paulista – Unip

Avenida Mário Ypiranga Monteiro, 3.490, Parque 10 de Novembro



Zona Leste

Clube do Trabalhador do Sesi/AM

Avenida Cosme Ferreira, 7.399, São José 1



Zona Oeste

Balneário do Sesc/AM

Avenida Constantinopla, 288, conjunto Campos Elíseos, Planalto



Centro de Convenções de Manaus – sambódromo

Avenida Pedro Teixeira, 2.565, Dom Pedro



Para a segunda dose de CoronaVac

Centro de Convenções de Manaus – sambódromo

Avenida Pedro Teixeira, 2.565, Dom Pedro



Remanescentes de grupos prioritários anteriores

Centro Estadual de Convivência da Família Padre Pedro Vignola

Rua Gandu, 119, Cidade Nova






Texto - Andréa Arruda / Semsa PMM

Foto – João Viana / Semcom PMM
Em tempos de "censura" com o jornalismo independente precisamos da ajuda do nosso leitor para nos manter online. Agora você pode apoiar o Amazon Presse através do PIX: 32.688.550/0001-31. Colabore!
Postagem Anterior Próxima Postagem