Nos próximos dois anos, Manaus se transformará em um imenso canteiro de obras, com investimentos superiores a R$ 1,2 bilhão no programa de crescimento econômico e social “Mais Manaus”. O anúncio foi feito pelo prefeito David Almeida, ao lado do vice-prefeito e titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Marcos Rotta, nesta quinta-feira, 17/6, no auditório da Prefeitura de Manaus, na Compensa, zona Oeste. O pacote de ações tem como objetivo modernizar a capital amazonense, além de gerar quase 60 mil vagas de empregos, direta e indiretamente.

David Almeida explicou que os investimentos acontecerão, de forma simultânea, em diversas áreas da gestão municipal, assim, entregando uma Manaus mais bonita, organizada e estruturada para a população. Essa é uma das promessas de campanha do prefeito.

"Prometemos na campanha que íamos mudar a história da cidade em todos os aspectos. Manaus já é uma outra cidade. Manaus tem uma nova postura, um novo comando. A marca da nossa administração é o trabalho. Quando os políticos brigam, quem sofre é o povo. Por isso, conversei com todas as correntes políticas do nosso Estado, porque quem precisa de ajuda é Manaus. O ego e a vaidade do governante, do administrador público, não pode se sobressair sobre a necessidade do povo. Vamos continuar transformando Manaus“, enfatizou Almeida.

O chefe do Executivo municipal ressaltou que, para implementar o “Mais Manaus”, foi necessário realizar ajustes na máquina pública. Para isso, todas as secretarias tiveram de diminuir despesas sem comprometer o funcionamento dos serviços à população. Além disso, outro ponto importante para esse passo rumo à melhoria da infraestrutura da cidade foi o avanço na Campanha de Imunização contra a Covid-19, que permitiu que Manaus entrasse em outro momento de sua história.

“Nos dois primeiros meses do ano, trabalhamos para livrar Manaus da pior crise sanitária mundial. Foi a cidade no Brasil que mais sofreu com segunda onda. Focamos nesse trabalho de recuperação, saímos do pior momento, e agora podemos dizer que é uma outra cidade, em função exatamente do avanço da vacina e dos ajustes na máquina pública. Vamos dar a volta por cima. É isso que nós queremos para a nossa cidade. Transformar as adversidades em oportunidades. Foi para isso que o povo nos escolheu. Queremos muito fazer dessa cidade, uma cidade melhor para se viver”, salientou o prefeito.

Na Educação, serão investidos R$ 80 milhões na construção de seis novas creches e a retomada das obras em outras seis unidades, totalizando mais de 2.200 vagas. Além disso, está prevista a ampliação e reforma de escolas e a construção de três novos centros de ensino que beneficiarão quase 2.500 alunos.

Já na Infraestrutura, estão previstos a construção de complexos viários na bola do Produtor e na Arena da Amazônia, a interligação viária da avenida Brasil com a avenida Coronel Teixeira e da rua Barão de Rio Branco com a avenida das Torres, a recuperação de 10 mil ruas, reforma de cem praças esportivas, reforma e adequação do Distrito de Micros e Pequenas Empresas (Dimicro), requalificação urbana dos igarapés e construções de taludes, serviços de drenagens, muros, contenções e galerias, além da construção de mil unidades habitacionais.

Na Saúde, David Almeida afirmou que Manaus se tornará referência para as outras cidades brasileiras após a entrega do pacote de obras, que custará, no primeiro momento, R$ 129 milhões. Serão construídas três novas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), de porte 4, ampliação de outras sete UBSs, e requalificação de 68 unidades de saúde.

Queremos fazer da saúde básica de Manaus referência para o Brasil. Vamos sair da condição de um dos piores indicadores do país para, em um ano, estarmos entre as melhores saúdes básicas. Essa é uma meta que vamos perseguir, buscar e alcançar”, ressaltou Almeida.

Dentre outros investimentos, o prefeito anunciou a modernização do Centro Histórico de Manaus com a construção do Mirante da Ilha, no começo da avenida Sete de Setembro, o investimento de R$ 35 milhões em feiras e mercados e a construção do Terminal de Integração 7.


Programa Mais Manaus



Educação:


-Investimento de R$ 80 milhões

- Construção de seis novas creches e retomada das obras de seis creches, totalizando 2.200 vagas

-Ampliação e reforma de escolas e construção de três novas escolas municipais, beneficiando 2.400 alunos



Feiras e Mercados:

- Investimento de R$ 35 milhões

-Construção de duas novas feiras

-Inauguração de duas novas feiras itinerantes

-Reforma de 25 feiras

-Reforma de galeria popular

-Reforma de feira itinerante



Infraestrutura:

- Construção de complexos viários na bola do Produtor e na Arena da Amazônia

- Interligação viária da avenida Brasil com a avenida Coronel Teixeira e da rua Barão de Rio Branco com a avenida das Torres

-Recuperação de 10 mil ruas

-Reforma de cem praças esportivas

-Reforma e adequação do Distrito de Micros e Pequenas Empresas (Dimicro)

- Requalificação urbana dos igarapés e construções de taludes, serviços de drenagens, muros, contenções, galerias

-Construção de mil unidades habitacionais



Mobilidade Urbana:


-Investimento de R$ 49 milhões

-Construção do T7 e terminais de integração no Galiléia

-Reforma de 20 plataformas existentes

-Reforma de 26 terminais de bairro

-Semáforos inteligentes, construção de passarelas e sinalizações viárias

-Correção da ciclofaixa na Ponta Negra



Saúde:


-Investimento de R$ 129 milhões

-Construção de três novas UBSs porte IV

-Reforma e ampliação de sete Unidades Básicas de Saúde

- Reforma de 68 unidades de saúde



Urbanização:


- Investimento de R$ 407 milhões

-Nosso Centro: Revitalização do Centro Histórico de Manaus

- Requalificação do parque da Ponta Negra

- Recuperação dos parques CSU, Lagoa do Japiim e Cidade da Criança

- Implantação de Novo Modelo de Parque Integrado - Ponte dos Bilhares

- Regularização fundiária de aproximadamente 20 mil lotes urbanos

- Arborização e jardins suspensos nas vias urbanas

- Centro de Produção de Mudas e criação do parque municipal Sauim Castanheiras

- Instalação do pórtico da Cidade de Manaus

- Construção do Museu da Zona Franca de Manaus

- Revitalização urbanística do Polo Industrial de Manaus



Emprego e renda:

- Criação de 60 mil empregos diretos e indiretos

Via SEMCOM PMM

Em tempos de "censura" com o jornalismo independente precisamos da ajuda do nosso leitor para nos manter online. Agora você pode apoiar o Amazon Presse através do PIX: 32.688.550/0001-31. Colabore!
Postagem Anterior Próxima Postagem