Serão destinados recursos para o fornecimento e distribuição de mais 100 milhões da Pfizer e outras 50 milhões de doses da AstraZeneca


O Brasil já está em 4º no ranking mundial de vacinação - Foto: Casa Civil

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, editou, nesta segunda-feira (10), Medida Provisória (MP) que abre crédito extraordinário de R$ 5,5 bilhões em favor do Ministério da Saúde. A medida visa a custear a produção, o fornecimento e a distribuição de mais 50 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 no segundo semestre de 2021, por meio de insumo farmacêutico ativo fornecido pela empresa AstraZeneca. O crédito será destinado ainda à aquisição de mais 100 milhões de doses de vacina da Pfizer e outras despesas associadas à imunização.

Com a edição desta MP, o Brasil, que já está em 4º no ranking mundial de vacinação, reitera os esforços para garantir a oferta regular de serviços e programas voltados à população em geral, principalmente àquela mais vulnerável, franqueando aos órgãos e agentes públicos o acesso a instrumentos capazes de mitigar os efeitos danosos da doença sobre a sociedade brasileira.



Em tempos de "censura" com o jornalismo independente precisamos da ajuda do nosso leitor para nos manter online. Agora você pode apoiar o Amazon Presse através do PIX: 32.688.550/0001-31. Colabore!
Postagem Anterior Próxima Postagem