Novos ocupantes agradeceram pelo convite e elencaram desafios



O Presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã desta terça-feira (6), na Sala de Audiência do Palácio do Planalto, da solenidade de transmissão de cargos de seis novos ministros de Estado. Os novos titulares, em rápidos discursos, agradeceram pela escolha para o cargo e assinalaram as prioridades.

Assumiram, oficialmente, as novas atividades os ministros da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos; do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Anderson Gustavo Torres; do Ministério da Defesa, Walter Braga Netto; do Ministério das Relações Exteriores, Carlos Alberto França; da Secretaria de Governo, Flávia Arruda; e da Advocacia-Geral da União, André Mendonça.

“Não tem uma escola para ser presidente ou para ser ministro. Temos aqui, vocês são testemunhas disso. Temos que ter coragem de decidir. Como aprendi lá na Escola Preparatória de Cadetes, na Academia de Rezende, que pior que uma decisão mal tomada, é uma indecisão”, afirmou o Presidente. “São decisões difíceis que nós tomamos muitas vezes. Agora, aprendi também depois da terceira idade, que o currículo é muito importante. Mas tem algo que é muito, muito mais importante que o currículo, é a confiança nas pessoas. E assim nós devemos montar a equipe que se propõe, se voluntaria a estar conosco, em especial nos momentos difíceis.”

Postagem Anterior Próxima Postagem