O deputado estadual Sinésio Campos (PT) se pronunciou na tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) que, segundo ele, é considerado um modelo de referência internacional devido seu alcance e multiplicidade em serviços de saúde.

O parlamentar relembrou que Sistema Único de Saúde foi inserido em sistema normativo junto da Constituição de 1988, quando ficou determinado por Lei que o acesso à saúde seria direito universal e de responsabilidade do Estado. No entanto, a Lei que instituiu o sistema só foi promulgada dois anos depois, em 19 de setembro de 1990.

O SUS é o maior patrimônio do povo brasileiro, que atende mais de 100 milhões de pessoas no Brasil. Quando sofremos um acidente é ele que nos presta o socorro. Desde o transporte do local do acidente, até as cirurgias mais complexas. Portanto, são inegáveis os pontos positivos do Sistema Único de Saúde e o que ele está fazendo pela população nesse momento de pandemia, principalmente quando falamos do processo de vacinação não só no Amazonas, mas também no Brasil”, disse Sinésio.

Ainda em defesa do SUS, Sinésio afirmou que é contra a compra de imunizantes pela iniciativa privada. Para o deputado, se a compra de vacinas for permitida, a aquisição deve ser totalmente adicionada ao Sistema Único de Saúde.

Enquanto hoje tentam comprar vacinas pela iniciativa privada, até acredito ser uma boa atitude, contanto que seja colocada no Sistema Único de Saúde. Não sou contra que comprem e que coloquem no SUS, porque vai melhorar e muito o processo de imunização. O SUS é uma das políticas públicas de maior inclusão social e no que depender do nosso mandato, sempre terá a nossa defesa”, declarou o deputado.


Via Assessoria de Imprensa 
Em tempos de "censura" com o jornalismo independente precisamos da ajuda do nosso leitor para nos manter online. Agora você pode apoiar o Amazon Presse através do PIX: 32.688.550/0001-31. Colabore!
Postagem Anterior Próxima Postagem