Com o compromisso de fiscalizar a aplicação dos recursos públicos por parte do governo do Estado e prefeituras da capital e interior, tomou posse hoje, no Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), o conselheiro Josué Neto.

Aos 45 anos, Josué Neto assume a cadeira do ex-conselheiro Josué Filho, que se aposentou neste ano. Por causa da pandemia do coronavírus, a solenidade de posse foi realizada de modo híbrido, ou seja, com participantes presencialmente e virtualmente.

O evento foi comandado pelo presidente do TCE-AM, conselheiro Mário de Melo, e teve a participação do governador do Amazonas, Wilson Lima, do prefeito de Manaus, David Almeida, do presidente da Assembleia Legislativa, Roberto Cidade, e demais convidados.

O conselheiro Mario de Mello ressaltou a capacidade técnica de Josué Neto e disse que contará com ele em defesa dos recursos públicos. “Ele ocupará o lugar do pai, conselheiro Josué Filho, que sempre honrou este Tribunal”, afirmou Mário de Melo.

“Conheço a capacidade técnica de Josué Neto pela trajetória de homem público com vários mandatos de deputado estadual, com conhecimento de gestão por ter presidido o Poder Legislativo e conhecimento técnico porque é economista por formação”, elogiou o conselheiro.

O governador Wilson Lima ressaltou a importância do TCE-AM para construção de um Estado mais justo e igualitário e salientou a trajetória do agora conselheiro aposentado Josué Filho.

“Hoje é um dia histórico. Deixa o TCE uma figura emblemática do Amazonas, alguém que comunica como poucos nesse Brasil. Alguém que tem o poder da palavra, um homem sensato, equilibrado e conciliador”, elogiou o governador, referindo-se ao ex-conselheiro Josué Filho.

“Agora, abrimos espaço para um jovem que tem vigor e disposição, Josué Neto, que seguirá o caminho trilhado por sua família. O caminho de retidão, equilíbrio, um legado de prestação de serviços públicos”, acrescentou Wilson Lima.

Josué Neto é economista por formação, sendo graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Em seu discurso de posse, o novo conselheiro afirmou que sua atuação no TCE-AM será marcada pela fiscalização da aplicação correta dos recursos públicos.

“Como conselheiro, serei vigilante para que os recursos públicos sejam efetivamente destinados em benefícios da população. Meu pai me inspirou a seguir esse legado, na luta por um Amazonas mais justo e melhor para o nosso povo”, prometeu.



História política de Josué Neto

O novo conselheiro do TCE-AM, Josué Neto, foi eleito vereador de Manaus em 2004 e, durante o mandato, venceu a eleição para deputado estadual em 2006, permanecendo no cargo por quatro mandatos.

No Poder Legislativo, foi 2º secretário, corregedor, vice-líder do Governo, 3º vice-presidente e, por três vezes, presidiu a Assembleia Legislativa do Estado.

Como parlamentar, Josué Neto apresentou diversos projetos de lei que foram destaque e beneficiam a população, como a criação do Fundo Especial de Combate às Situações de Emergência e Calamidade Pública (FECSEC), com a finalidade de assegurar o desempenho ágil das ações governamentais nas áreas afetadas por desastres.

Josué também lutou pela criação do IPTU Verde, por meio de um indicativo encaminhado à prefeitura de Manaus, sugerindo a concessão de descontos no Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) para os contribuintes que adotarem “ações verdes”.

O novo conselheiro também é um dos idealizadores da Universidade Aberta da Terceira Idade (Unati), que pertence à estrutura da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).


Via A Reporter 
Em tempos de "censura" com o jornalismo independente precisamos da ajuda do nosso leitor para nos manter online. Agora você pode apoiar o Amazon Presse através do PIX: 32.688.550/0001-31. Colabore!
Postagem Anterior Próxima Postagem