Em Sessão Plenária desta quarta-feira (3), o deputado estadual João Luiz (Republicanos) prestou homenagem ao Centro de Instrução de Guerra na Selva (Cigs) pelos 57 anos de fundação, comemorados no último dia 2 de março. O parlamentar apresentou, ainda, uma Moção de Parabenização à instituição, na qual destacou a missão de qualificar militares e combatentes para atuar, arduamente, em defesa da Floresta Amazônica brasileira.

Com o lema “A selva não pertence ao mais forte, mas ao sóbrio, habilidoso e resistente”, o Cigs tem desempenhado, nos últimos anos, um dos mais importantes trabalhos na chamada “Estratégia de Resistência” do Exército Brasileiro.

A Moção de Parabenização é a manifestação do reconhecimento e respeito merecidos àqueles que, há 57 anos, trazem segurança, conhecimento e expertise em lidar com a Amazônia. Há de se destacar, ainda, que dos treinamentos do Cigs advêm os guerreiros que atuam na defesa da nossa Amazônia, motivo de orgulho para todos nós amazonenses e brasileiros”, afirmou João Luiz.

O Republicano destacou, também, o trabalho dignificante do Cigs na administração do único zoológico de Manaus. “Vale ressaltar que no zoológico do Cigs são realizados estudos sobre a fauna e a flora da região, em apoio a órgãos de pesquisa, contribuindo para a preservação e a conservação das espécies, dentro de um plano de gestão ambiental”, completou o parlamentar.

No zoológico do Cigs é possível encontrar diversos animais, muitos deles ameaçados de extinção no restante do Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama).




Referência


Detentor de um campo de instrução com cerca de 1,150 quilômetros quadrados de área preservada, o Cigs é um estabelecimento de ensino militar bélico, apontado como referência nacional e internacional na difusão da doutrina de operações na selva. No Centro, são ministrados cursos de operações na selva, em sete categorias diferentes, além de estágios destinados a militares e para instituições civis. Para o melhor desenvolvimento dos trabalhos, o Cigs mantém uma estrutura distribuída nas divisões de ensino, de doutrina pesquisa, de alunos e administrativa.

Via Assessoria de Imprensa 
Postagem Anterior Próxima Postagem