Nos últimos dias veio à tona, mais uma vez nas redes sociais, uma polêmica em torno do leite em pó. Produto consumido em muitas casas brasileiras, o alimento tem virado alvo de discussão entre os internautas. Tudo porque algumas marcas apresentam embalagens de composto lácteo muito parecidas com as de leite em pó integral, e isso pode confundir os consumidores na hora da compra.

Diante do assunto, o deputado estadual Felipe Souza (Patriota) encaminhou, na manhã desta terça-feira (2), à Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) um Projeto de Lei (PL) determinando que hipermercados, supermercados e similares, destaquem em local separado as embalagens de produtos de composto lácteo e seus derivados das de leite em pó integral.

Os compostos lácteos costumam conter açúcares e aditivos alimentares, não recomendados, por exemplo, para crianças menores de uma ano, pessoas com diabetes. Por isso, também, a importância dessa separação e da correta identificação deles nas prateleiras dos supermercados”, justificou o parlamentar.

O texto do projeto destaca também a Instrução Normativa 28, de 12 de junho de 2007, do Ministério da Agricultura, que diz que toda embalagem de produto de composto lácteo deve conter a informação expressa e legível em seu rótulo.

Via Assessoria de Imprensa 
Em tempos de "censura" com o jornalismo independente precisamos da ajuda do nosso leitor para nos manter online. Agora você pode apoiar o Amazon Presse através do PIX: 32.688.550/0001-31. Colabore!
Postagem Anterior Próxima Postagem