O deputado estadual Delegado Péricles (PSL) quer acesso a todos os contratos firmados pelo Governo do Estado com prestadores de serviço do Hospital de Campanha Nilton Lins. O pedido de informações foi oficializado em ofício encaminhado no último dia 28 de janeiro ao secretário de Saúde Marcellus Campêlo e tem como objetivo evitar que os atos ilícitos cometidos em 2020 sejam repetidos durante a segunda onda de Covid-19 no Estado.

Ano passado foi absurdo o que aconteceu nos bastidores da saúde pública do nosso estado. Foram superfaturamentos, beneficiamentos ilícitos, desvio de dinheiro, dentre outros atos não só desvendados, mas também revelados e denunciados pela CPI da Saúde a órgãos de controle com autonomia para punir culpados. As ações da Polícia Federal vieram dar ainda mais legitimidade a tudo isso. Não irei ficar quieto e esperar que tudo isso aconteça novamente para agir”, afirmou o parlamentar.

De acordo com Péricles, a gestão estadual ainda não tem dado devida transparência aos seus atos e segue adotando processos que afirmou não recorrer mais. “É o caso dos processos indenizatórios. As viagens realizadas pelo governador foram feitas neste formato. Publicações sobre os prestadores de serviço do Hospital de Campanha também precisam ser feitas, mesmo que tenham sido realizadas por dispensa de licitação. Quero saber detalhes de tudo isso. Analisar quem são essas empresas, que tipo de serviços têm realizado”, continuou.

Em 2020, a CPI da Saúde trouxe à tona escândalos dos bastidores da saúde, dentre eles, a triangulação feita na compra de respiradores superfaturados para beneficiar empresa do marido da até então secretária de comunicação.

Via Assessoria de Imprensa 
Em tempos de "censura" com o jornalismo independente precisamos da ajuda do nosso leitor para nos manter online. Agora você pode apoiar o Amazon Presse através do PIX: 32.688.550/0001-31. Colabore!
Postagem Anterior Próxima Postagem