Ato ocorreu em frente ao Hospital 28 de Agosto


Um grupo de profissionais de saúde protestou, na manhã desta quarta-feira (27), em frente ao Hospital 28 de Agosto, em Manaus, para cobrar reajuste salarial e melhorias trabalhistas.

No ato, os trabalhadores também cobraram a distribuição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) que, segundo eles, precisam ser melhor qualidade para garantir proteção.

Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) afirmou que empreendendo todos os esforços para garantir condições de trabalho adequadas a todos os seus trabalhadores.

Diz ainda que todos os pleitos da categoria, incluindo a discussão sobre o Plano de Cargos Carreiras e Remunerações (PCCR), foram retomados este ano com o retorno das atividades da Mesa Estadual de Negociação Permanente do SUS no Amazonas.

A direção do Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto informa ainda que a manifestação foi um ato isolado, não prejudicou o atendimento da unidade.


Crise no Amazonas

Desde o fim de 2020, o Amazonas passa por uma crise na saúde causada pela alta nos casos da Covid-19 e pelas dificuldades no fornecimento do oxigênio ao estado. A situação se agravou nas últimas semanas e vitimou pacientes por asfixia.

Até esta terça (26), mais de 7,2 mil pessoas morreram com a doença no estado.

O governo local também decretou restrição de circulação em vias e espaços públicos devido ao crescimento no número de casos da doença.



Via G1 GLOBO
Postagem Anterior Próxima Postagem