Em pronunciamento na manhã desta terça-feira (26), em Sessão virtual da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o deputado estadual, Felipe Souza (Patriota), fez duras críticas ao governo Wilson Lima (PSC).

Felipe cobrou a execução de uma emenda conjunta enviada com o deputado, João Luiz (Republicano), no valor de R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais) ao município de Humaitá (distante 590 km de Manaus em linha reta) em junho do ano passado. O recurso foi destinado para a compra de uma usina de oxigênio e de um aparelho de tomografia, para atender ao município e cidades vizinhas. O parlamentar ressaltou que, passados quase sete meses, os equipamentos ainda não estão se quer instalados, “isso é falta de gestão, de planejamento, de competência, responsabilidade e compromisso com a vida dos amazonenses”, destacou o parlamentar.

O deputado também relembrou um dos projetos dele, aprovado na Aleam no começo do ano passado, e disse que ainda não estava sendo cumprido. Trata-se da Lei 5.144/2020, que torna obrigatório procedimentos de sanitização e de higienização em estabelecimentos fechados de acesso coletivo da população, no âmbito do Estado do Amazonas.

Além disso, Felipe falou a respeito do Cartão Social, auxílio emergencial de R$200,00 (duzentos reais); que deveria estar sendo utilizado pela população amazonense em vulnerabilidade, desde esse mês de janeiro e atendendo cerca de 80 mil famílias. “Projeto do próprio Governo que até hoje não teve a competência e eficiência de executar. Mês de janeiro está acabando e o Governo está calado, ainda não tomou providências”, declarou Souza.

Felipe também falou do Superávit do Amazonas, ele disse ser de R$ 3.700.000.000,00 (três bilhões e setecentos milhões de reais). De acordo com o deputado, o Amazonas tem arrecadação suficiente para passar pela crise pandêmica de forma mais amena. “O único problema que o Estado do Amazonas não tem, é de recursos. O dinheiro está em caixa, tem excesso de arrecadação, mas não tem competência, compromisso, não tem gestão, para fazer o que precisa, para cuidar do nosso povo amazonense e evitar essa tragédia anunciada”, finalizou Felipe Souza.

Via Assessoria de Imprensa
Postagem Anterior Próxima Postagem