Para o deputado Belarmino Lins (PP), “é urgente, urgentíssimo”, a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) se manifestar sobre proposta para que a Casa destine R$ 4 milhões do seu orçamento para a aquisição emergencial de cilindros de oxigênio, de insumos, cestas básicas, e bancar a instalação de mini usinas de oxigênio para ajudar no combate à Covid-19 no Amazonas.

Segundo o parlamentar, a proposta, oficializada na terça-feira passada, teve a adesão de 12 deputados, dentre os quais Josué Neto (Patriota), presidente da Casa, Therezinha Ruiz (PSDB), Roberto Cidade (PV), João Luiz (Republicanos), Alessandra Campêlo (MDB), Joana Darc (PL) e Carlos Bessa (PV).

Não podemos esperar muito, a Mesa precisa se manifestar imediatamente para que os cilindros de oxigênio sejam logo adquiridos e as mini usinas sejam instaladas, o tempo é ouro, a pandemia se alastra, temos quer ser rápidos”, disse Belarmino, dizendo-se preocupado com a grave crise do oxigênio nas unidades públicas de saúde da capital e do interior.

Conforme ele, o desembolso de R$ 4 milhões não afetará o orçamento da Aleam, tendo em vista a reserva de caixa, da ordem de R$ 40 milhões, da instituição. Além dos cilindros, os recursos também seriam aplicados na instalação emergencial de mini usinas de oxigênio que seriam importantes no abastecimento das unidades hospitalares da rede pública estadual de saúde em Manaus e no interior do Estado.



EPIs e Cestas



Belarmino propõe que a Associação dos deputados e ex-deputados estaduais do Amazonas, presidida pelo ex-deputado Fausto Souza, se encarregue da distribuição dos cilindros e dos insumos como EPIs, além de cestas básicas que seriam ofertadas à população de baixa renda afetada pela pandemia.

Via Assessoria de Imprensa

Em tempos de "censura" com o jornalismo independente precisamos da ajuda do nosso leitor para nos manter online. Agora você pode apoiar o Amazon Presse através do PIX: 32.688.550/0001-31. Colabore!
Postagem Anterior Próxima Postagem