A Prefeitura de Manaus inaugurou neste sábado (26) duas novas unidades de ensino na zona ribeirinha voltadas à educação indígena. A escola municipal indígena Kanata T-Ykua, localizada na comunidade Três Unidos, na margem esquerda do rio Negro, e a escola municipal indígena Arú Waimi, na comunidade Terra Preta, cujos nomes foram escolhidos por integrantes das comunidades, terão a capacidade para atender 120 estudantes cada.

A cultura e a tradição dos indígenas, que habitam e protegem nossa Amazônia há milênios, é diversa e expressiva. Por isso, devemos valorizar esses povos, afinal, ao fazermos isso, vamos estar valorizando a nós mesmos, reconhecendo que somos filhos de Ajuricaba, descendentes de defensores da floresta. E todo esse caminho passa pela educação, que contribui significativamente para mantermos viva a herança desses povos e também avivar a nossa própria história”, afirmou o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto.

As obras das unidades foram iniciadas com verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e concluídas com recursos próprios da Prefeitura de Manaus. As escolas foram construídas com três blocos de salas, um bloco administrativo e outro de serviços, totalizando seis salas de aula, além da biblioteca, onde funciona ainda a sala de informática. As unidades eram anteriormente espaços de estudo das línguas e culturas indígenas, mas a partir da lei municipal nº 1.893/2014, se transformaram em escolas municipais indígenas.

Estamos muito felizes em entregarmos, nesta reta final de gestão do prefeito Arthur Neto, que tanto valoriza a educação e os povos da nossa terra, essas duas unidades voltadas à educação escolar dos indígenas, onde os alunos vão poder continuar aprendendo sobre as suas tradições e cultura. A nossa prioridade sempre foi garantir uma educação de qualidade e entendemos que uma estrutura melhor, assim como a colaboração das famílias, ajuda a melhorar o processo de ensino e aprendizagem das crianças”, avaliou a titular da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Kátia Schweickardt.

Via AM HOJE
Em tempos de "censura" com o jornalismo independente precisamos da ajuda do nosso leitor para nos manter online. Agora você pode apoiar o Amazon Presse através do PIX: 32.688.550/0001-31. Colabore!
Postagem Anterior Próxima Postagem