O deputado Sinésio Campos (PT) apresentou proposta, na forma de requerimento, para que seja encaminhado expediente à Secretaria de Produção Rural do Amazonas e Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), solicitando providências objetivando o levantamento de informações gerais sobre a paralisação e do atual estágio da unidade básica de beneficiamento de pirarucu (salgadeira para produção de bacalhau) do município de Fonte Boa (distante 678 km em linha reta da capital), no médio Solimões.

A proposta foi apresentada em pronunciamento na Sessão Ordinária, realizada pela Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), na manhã desta quarta-feira (25).

O deputado explanou que a salgadeira, localizada em frente ao porto da cidade, teve a obra iniciada 2012, contudo, após a construção da estrutura e instalação de equipamentos, a obra ficou inacabada e permanece inativa e os equipamentos se deteriorando.

No entanto, após ter abandonado o projeto, o Governo do Estado, apoiou a construção e mantém em funcionamento a Salgadeira Cabocla, da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), inaugurada em 2019, com capacidade de processar 60 toneladas por mês. A salgadeira inacabada do estado tem capacidade para processamento de mil toneladas/ano. “Não há justifica para o desperdício de recursos públicos com o abandono da obra de uma indústria que beneficiaria centenas de produtores das reservas de manejo do pirarucu com custo mínimo para o Estado”.

Em Fonte Boa está localizada parte da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Mamirauá, responsável por mais de 70% da produção de pirarucu no Estado. Além da Mamirauá, o projeto de manejo sustentável do pirarucu também é apoiado por mais quatro Unidades de Conservação (UCS), RDS de Uacari, RDS Amanã, RDS Cujubim e RDS Piagaçu-Purus.

O parlamentar ressaltou que a proposição atende as demandas da população do município de Fonte Boa. A salgadeira é onde acontecem os processos de salga, secagem natural, defumação e aproveitamento de subprodutos como pele e carcaça. Logo a suspensão comprometeu a economia do município, pois deixa de gerar vários postos de trabalho para população de Fonte Boa. “Diante disso estamos solicitando as razões que motivaram a suspensão da obra. De posse das informações, poderemos envidar gestões políticas para que a retomada das atividades aconteça com a máxima urgência, em exclusivo benefício da população”.

Sinésio Campos destacou ainda a aprovação, pela Aleam, da Proposta de Emenda Constitucional (PEC), de autoria dele, para o manejo sustentável do jacaré. Proposta que cria postos de trabalho e renda a milhares de pessoas no Amazonas. “O Governo em vez de abandonar a salgadeira, deveria ampliar o investimento em unidades de processamento, incluindo curtumes para processamento do couro. Outra forma de investimento é a compra direta pelo Estado da carne de pirarucu, diretamente dos produtores, para servir na merenda escolar. Proponho ainda que esta casa destine recursos, ao setor primário, na aprovação do Plano Plurianual (PPA) e na Lei Orçamentária Anual (LOA)”.


Via Assessoria de Imprensa 
Em tempos de "censura" com o jornalismo independente precisamos da ajuda do nosso leitor para nos manter online. Agora você pode apoiar o Amazon Presse através do PIX: 32.688.550/0001-31. Colabore!
Postagem Anterior Próxima Postagem