O local onde seus restos mortais foram sepultados nunca foi divulgado. O cantor vive na história da música mundial como referência em competência e talento artístico


Freddie Mercury morreu aos 45 anos em decorrência de complicações do HIV em 1991. Nesta terça-feira(24) completa 29 anos que o artista partiu e até hoje os fãs não tem conhecimento do local do seu sepultamento.

O cantor nasceu em 5 de setembro de 1946, na Cidade da Pedra, em Zanzibar, na Tanzânia. Ele era músico, compositor, cantor e vocalista da banda Queem. Freddie é o autor de grande parte dos hits do Queen e conquistou grande importância no mundo da música pelas suas composições e interpretações.

Freddie Mercury foi adorado pelos fãs em vida e idolatrado após a morte. O artista teve uma vida cercada de mistérios. E nada mudou com a sua morte. Diferente dos grandes nomes da música como Elvis Presley e Jimmy Rendrix, que possuem locais nos cemitérios onde multidões costumam visitar, Freddie Mercury não possui local de sepultamento divulgado. Seus restos mortais foram guardados por uma pessoa nomeada pelo artista ainda em vida.


Segundo relatos divulgados por Jordan Runtag, da revista Rolling Stone, a missão de cuidar dos seus restos mortais foi entregue a Mary Autins, noiva e amiga íntima de Freddie Mercury. Mary também foi a única herdeira da fortuna do artista.


Na condição de guardiã, Mary Austins guardou suas cinzas por dois anos e depois enterrou em local com absoluto segredo. Especulações dão conta que os restos podem estar em sua cidade de origem, Zanzibar.


Em 2013, um pedestal com o nome de batismo de Freddie foi encontrado no cemitério de Londres, mas não foi possível confirmar que seus restos mortais estejam lá.


Freddie Mercury morreu, mas ainda vive na memória dos fãs, mesmo que não se tenha um local para chorar sua partida precoce. Ele permanece na história da música mundial como referência em competência e talento artístico.

Via D24AM
Postagem Anterior Próxima Postagem