A deputada estadual, Mayara Pinheiro (Progressistas), anunciou um projeto de jornada cirúrgica no interior do Amazonas para o ano de 2021. A declaração foi realizada, nesta quinta-feira (26), na Tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

De acordo com a parlamentar, o projeto fará parte do planejamento para execução das emendas impositivas, do ano que vem, e é uma iniciativa da Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), que entrou em contato com a deputada para firmar a colaboração.

“Hoje eu recebi no meu gabinete o Dr. Sidney Chalub, que trouxe até o meu conhecimento um projeto grandioso de jornada cirúrgica. Vai ter uma triagem prévia e um planejamento cirúrgico adequado para que os pacientes que esperam meses e meses na fila do Sisreg por conta de um procedimento cirúrgico, seja cirurgia geral ou cirurgia ginecológica, possa ser atendido nos seus municípios polo”, declarou.

Como algumas especialidades médicas não estão sempre disponíveis no interior, o projeto visa desafogar a fila de espera do Sistema Nacional de Regulação (Sisreg), agilizando o atendimento e acelerando o tratamento do paciente. Inicialmente, seis municípios serão beneficiados com os serviços de saúde.

“Além de Coari, que tem uma estrutura no que se refere à saúde municipal, eu enquanto deputada estadual estarei levando essa jornada cirúrgica para outros municípios. Serão eles: Codajás, Anori, Beruri, Tefé e também Caapiranga. Dessa forma, a gente tenta facilitar a vida das pessoas, dá uma melhor assistência para todos e minimiza o sofrimento dessas famílias que aguardam um procedimento cirúrgico por anos e não conseguem”, destacou Mayara, relembrando que quando foi vice-prefeita em Coari organizava o planejamento de projetos como esse no município.



Policlínica em Manaus exclusiva para pacientes do interior

Dra. Mayara falou ainda sobre seu outro projeto de lei que estabelece prioridade no Sisreg para os pacientes que necessitam de procedimentos cirúrgicos também especializado e que venham do interior para capital.

“Para que esses pacientes quando chegarem até a capital [tenham uma] fila específica e não caiam na malha de toda aquela fila que já existe na capital e que infelizmente impossibilita, muitas vezes, esse paciente do interior [de realizar] o seu tratamento até o fim e que seja efetivo, alcançando a cura do seu problema”, afirmou.

Após um indicativo da parlamentar, o Governo do Amazonas anunciou a Policlínica Gilberto Mestrinho como referência para atendimentos exclusivos a pacientes oriundos dos municípios do interior. O projeto está em fase de integração e contará com a parceria do Corpo de Bombeiros, por meio de um convênio, a previsão é que o sistema comece a vigorar até o fim de dezembro.

Via Assessoria de Imprensa 
Em tempos de "censura" com o jornalismo independente precisamos da ajuda do nosso leitor para nos manter online. Agora você pode apoiar o Amazon Presse através do PIX: 32.688.550/0001-31. Colabore!
Postagem Anterior Próxima Postagem