Deputados do Amazonas abordam Caso Mariana e defendem respeito às mulheres


“A Assembleia não medirá esforços para ocorrer respeito entre homens e mulheres”, afirmou o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto (PRTB) na quarta-feira (4), sobre o Caso Mariana Ferrer, que ganhou grande repercussão nacional e internacional.

De acordo com Josué, o Poder Legislativo também não medirá esforços para diminuir as diferenças religiosas, diferenças sociais e tornar a nossa sociedade cada vez mais justa.

“Sempre digo que fui um bom filho para minha mãe, tento ser um bom pai para minha filha e tento ser um bom marido para minha mulher. De forma individual faço a minha parte, mas como homem público nós temos a obrigação de trabalhar para que esse tipo de acontecimento não seja corriqueiro, não faça parte do nosso cotidiano e que nós não possamos nunca enxergar tais acontecimentos como coisas normais porque não são normais”, destacou o presidente da Aleam.

Josué ainda ressaltou que os 24 deputados estaduais sempre estarão ao lado de causas como do Caso Mariana Ferrer. “Nós fazemos parte de uma sociedade democrática muito jovem, infelizmente, de uma sociedade brasileira com pouco acesso a educação, infelizmente, diante de todos os problemas da degradação das famílias e isso faz com que seja um conjunto de dificuldades que passam a nossa sociedade. Então a Assembleia Legislativa apoia todas as palavras da deputada Alessandra Campelo, todos os atos da Comissão de Defesa da Mulher, da Família e do Idoso, e que o nosso poder publico cada vez esteja ao lado e próximo das mulheres”, disse o parlamentar.

Durante a Sessão, a deputada Alessandra Campelo (MDB), que é vice-presidente da Aleam e presidente da comissão de Defesa da Mulher, Família e Idoso afirmou que acompanhou o caso desde o começo e revelou que fará uma nota de repúdio ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para que seja anulado o julgamento da jovem.

O deputado Sinésio Campos (PT) também falou sobre o Caso Mariana Ferrer passa a ser referência em algo que acontece corriqueiramente. “Quero dizer como homem, como pai que abomino qualquer tipo de violência contra a mulher”, frisou.



Caso Mariana Ferrer

A influenciadora digital Mariana Ferrer afirma ter sido dopada e estuprada no camarote VIP de um beach club em Jurerê Internacional em dezembro de 2018. O empresário André Aranha chegou a ser denunciado pelo Ministério Público e teve pedido de prisão temporária aceito pela Justiça, mas que acabou suspenso em segunda instância. Imagens do julgamento foram divulgadas e geraram grande repercussão no país.



Postagem Anterior Próxima Postagem