De forma inusitada, o candidato a prefeito de Manaus, Chico Preto (Democracia Cristã), comemorou a homologação de sua candidatura pela Justiça Eleitoral nesta segunda-feira (19)


“Peeeega! O grito de liberdade estava preso: eu sou candidato à prefeito de Manaus para infelicidade de grupos políticos que tem a corrupção como marca maior”, escreveu nas redes sociais.

No início do mês de outubro, o promotor Francisco Campos, na 1a Zona Eleitoral, indeferiu o pedido de registro de candidatura de Chico Preto alegando que ele foi condenado pela Justiça Eleitoral por conduta vedada em 2017. Na semana passada, no entanto, o próprio promotor declarou em seu parecer que houve uma falha na informação dos documentos.

Na ocasião, o candidato chegou a chamar a situação de “sacanagem”.
Postagem Anterior Próxima Postagem