Em Sessão Plenária da Assembleia da Legislativa do Amazonas (Aleam), na manhã desta terça-feira (11), o deputado estadual Álvaro Campelo (Progressistas), pediu providências quanto às denúncias na distribuição e a péssima qualidade da água no município de Anamã (distante 165 km em linha reta de Manaus).

O deputado repercutiu, no telão do Plenário Ruy Araújo, imagens de uma garrafa com uma água em forte tom amarelado que chega às torneiras dos moradores do município. “Essa água que vocês estão vendo é fornecida aos moradores de Anamã, um verdadeiro absurdo. Estou enviando hoje ofício à Prefeitura, cobrando providências urgentes para que esse problema seja resolvido”, afirmou Campelo.

Por último, o parlamentar destacou as visitas que fez no último fim de semana ao interior do Estado.

Em Itapiranga (distante 227 km em linha reta da capital), o deputado esteve no Comando da Polícia Militar, tratando da indicação que o vereador Fábio Lima (PMN) fará à prefeitura para a criação da Guarda Municipal. O parlamentar se comprometeu com a destinação de emendas para que o órgão tenha todo o suporte com equipamentos, veículos e motos para poderem realizar a segurança do município.

Em Urucará (261 km), o deputado teve um encontro com os conselheiros tutelares, que querem uma nova sede. Eles apresentaram como opções os antigos prédios da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) e da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf), hoje abandonados, e que podem ser recuperados.

No município de São Sebastião do Uatumã (247 km), Álvaro Campelo conheceu de perto a realidade do segmento moveleiro. “O polo moveleiro precisa do incentivo do Governo do Estado. Hoje, cerca de 80 pessoas trabalham aqui, mas se tivessem o apoio necessário, poderíamos ter 250 empregos diretos”, pontuou Álvaro Campelo.

Via Assessoria de Imprensa 
Postagem Anterior Próxima Postagem