Após a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) oficializar, nesta quinta-feira (9), o início dos trabalhos da Comissão Especial que irá analisar o processo de impeachment do governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), e de seu vice, Carlos Almeida (PTB), o deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) espera que a Casa cumpra seu papel de defender os interesses da sociedade amazonense e pediu comprometimento e espírito público aos membros que irão compor a comissão.

Para Barreto, a Assembleia tem a oportunidade ímpar de atender os apelos do povo amazonense, que não aguenta mais ver o Estado ligado a crimes de corrupção.

Parabenizo esta Casa pela responsabilidade de apreciar um processo sério e inédito na história política do Amazonas. Dias difíceis virão, mas a Assembleia tem o dever de enfrentar qualquer situação adversa pelo bem do seu povo, que está cansado da corrupção desenfreada hoje no Estado, que é manchete a nível nacional. Que Deus e Nossa Senhora possa abençoar os trabalhos dessa Comissão processante do impeachment”, destacou Barreto.

A Assembleia definiu também os deputados estaduais que irão compor a Comissão especial do impeachment. A chapa única é formada pelos deputados Fausto Júnior (PRTB), Delegado Péricles (PSL), Felipe Souza (Patriotas), Therezinha Ruiz (PSDB), Alessandra Campêlo (MDB), Doutor Gomes (PSC), Saullo Vianna (PTB), Belarmino Lins (PP), Dermilson Chagas (Podemos), Wilker Barreto (Podemos), Roberto Cidade (PV), Carlinhos Bessa (PV), Adjuto Afonso (PDT), Sinésio Campos (PT), Joana Darc (PL) e Cabo Maciel (PL).

Com a formação da comissão, o próximo passo será a eleição do presidente e relator da CE, que acontecerá na manhã desta sexta-feira (10), às 9h.

Via Assessoria de Imprensa
Postagem Anterior Próxima Postagem