O parecer da Procuradoria Geral da Assembleia Legislativa do Estado Amazonas deu viabilidade jurídica para o possível afastamento de Wilson Lima e Carlos Almeida


A Procuradoria Geral da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) afirmou que o processo de impeachment do governador do Amazonas, Wilson Lima, e do vice, Carlos Almeida, aceito anteriormente pela Casa Legislativa e suspensa pelo Tribunal de Justiça do Amazonas, possui cabimento jurídico,

A informação foi divulgada no início da tarde desta terça-feira (7), pelo presidente da Casa, deputado Josué Neto. Assim sendo, inicia o rito de afastamento de Wilson e Carlos com a eleição da comissão que irá analisar todo o processo de impeachment.

*Mais informações em instantes...



Postagem Anterior Próxima Postagem