Antes da "Operação Sangria" teve "Denuncia" no MPF: Material revela a ação desesperada da equipe de Wilson Lima para tentar "Forjar" documentos e acobertar "Fraudes de R$ 2,1 Milhões de Reais"




Ex-secretária no governo do Amazonas, Dayana Mejia, prestou depoimento à Procuradoria-Geral da República e compartilhou com os investigadores uma série de mensagens de WhatsApp que foram decisivas para a deflagração da operação contra Lima nesta semana.

O material revela a ação desesperada da equipe de Wilson Lima para tentar forjar documentos e acobertar fraudes de 2,1 milhões de reais na compra de respiradores para hospitais do estado. A PGR diz que Lima é chefe da “organização criminosa” no governo.








Via Veja
Postagem Anterior Próxima Postagem