GOVERNO DA MORTE NA UTI

Vem aí um "Agosto Sombrio" para quem roubou o dinheiro do povo e talvez um novo governo…



Alcineide Figueiredo Pinheiro, demitida da gerência de compras da Susam após a operação Sangria, da Polícia Federal, falou muito mais do que lhe foi perguntado. Seu depoimento à PF tem caraterística de delação. Ela tirou das sombras um operador e fez o histórico do esquema da compra superfaturada de Ventiladores Fanta pelo governo do Amazonas. Fez mais: recolocou o governador Wilson Lima no centro de um escândalo que pode custar o seu mandato.

O vazamento da “delação de Alcineide”, com toda a carga explosiva colocada nos ombros do governador Wilson Lima, recendeu a preocupação com novos desdobramentos da Operação Sangria e a possibilidade, real, de o governador ter o pedido de prisão, já feito na primeira fase da operação pela Polícia Federal, mas negado pelo STJ, ser reconsiderado.

Alcineide reconstrói, na “delação”, o passo a passo da compra dos respiradores, a entrada do operador Alencar no processo, com dinheiro vivo e aval tácito do governador.

Na ”delação”, Alcineide diz ter questionado a forma como a compra estava sendo realizada, fora de parâmetros legais da administração pública, além do preço, considerado excessivo, mas ouviu do secretário da Susam Rodrigo Tobias e do Secretário Executivo, João Paulo, a seguinte frase: “ vai ter que comprar. É de ordem”. De quem ? Alcineide diz que entendeu que a ordem seria do governador Wilson Lima.

Vai ser difícil desconstruir o relato de Alcineide. A Polícia Federal, que apreendeu seu celular durante a operação Sangria, extraiu mensagens de texto e áudios com os personagens que ela acusa. Vem aí um Agosto sombrio e talvez um novo governo…




Postagem Anterior Próxima Postagem