Advogado do Presidente diz que nova testemunha liga o PT à facada em Bolsonaro




O advogado de Bolsonaro também teceu duras críticas contra o inquérito da Polícia Federal


O assunto que movimenta as redes sociais nesta segunda, é sobre quem mandou Adelio Bispo atacar Bolsonaro em 2018. E novas e quentes informações foram dadas pelo advogado do Presidente Jair Bolsonaro em entrevista ao Programa Aqui na Band desta segunda-feira. Informações que abrem definitivamente uma revolução no caso.

Frederick Wassef, advogado do presidente Jair Bolsonaro, confirmou, nesta segunda-feira (11), que uma nova testemunha do caso Adélio Bispo o procurou para apresentar novas informações.

O advogado afirmou que uma testemunha nova o procurou e narrou fatos assustadores sobre o caso Adélio. “Esta pessoa será conduzida à Procuradoria-Geral da República”, disse ele sobre a nova testemunha. “Este indivíduo deteve o Adélio, este indivíduo gravou o Adélio. Outras testemunhas me procuraram e estão assustadas, com medo de assassinatos”, disse o advogado e jogou nitroglicerina pura no caso. O advogado citou trecho do depoimento de uma dessas novas testemunhas, que teria dito:

“Doutor, quem está por trás disso foi o PT, isto foi encomendado. Houve pagamento. Houve premeditação para assassinar Jair Messias Bolsonaro”. O advogado de Bolsonaro também teceu duras críticas contra o inquérito da Polícia Federal (PF) sobre o atentado praticado por Adélio. Wassef também citou ligações do delegado da PF, que conduziu a investigação, com o ex-governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, do Partido dos Trabalhadores (PT).

A reviravolta no caso Adélio e a ligação com o PT, Bolsonaro fez a imprensa pirar, Máscaras e mais!

Postagem Anterior Próxima Postagem