A saúde mental da população amazonense durante e pós-pandemia do novo coronavírus, o causador da Covid-19, tem sido motivo de grande preocupação para o deputado estadual Felipe Souza (Patriota). O parlamentar já enviou no início do mês de abril, inclusive, um requerimento indicando ao governador do estado, Wilson Lima (PSC), criar centrais de atendimento psicológico Online destinado às pessoas em isolamento social.

Dessa vez, outro requerimento de autoria do deputado foi enviado ao Estado e também aprovado pela Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). O texto visa promover um serviço de acolhimento, com orientações e acompanhamento psicológico aos profissionais da saúde.

O parlamentar defende que esses profissionais estão na frente de batalha no combate ao vírus e precisam desse auxílio de forma urgente, “nossos trabalhadores da saúde têm sido diariamente confrontados com os impactos nocivos desse vírus letal e devastador, por isso sugiro esse serviço que busca ouvir, compreender e ajudar nossos soldados da saúde nesse momento de crise”, afirmou Felipe.

A psicóloga e neuropsicóloga Dilza Santos ressalta a importância do assunto, “Infelizmente, os profissionais que estão na linha de frente no combate à Covid-19 tem recebido uma carga não só de intensa jornada de trabalho, mas um desgaste emocional visível, e isso traz um grande impacto à saúde mental. Preocupações excessivas, medo, níveis de ansiedade e estresse elevados, em alguns casos levando a depressão. Sim! Afinal, são humanos, o fato de serem profissionais de saúde não descarta a possibilidade desse sofrimento psíquico. É de extrema importante e necessário o acompanhamento psicológico destes profissionais que estão atuando nos hospitais, ambulatórios, nas pesquisas, enfim, prestando um serviço de excelência à sociedade, tal doação contribui para o adoecimento deles. O estresse, ansiedade, Transtorno de Estresse Pós-traumático (TEPT) e acidentes de trabalho, acabam se destacando neste contexto”, declarou a especialista.


Via Assessoria de Imprensa

Foto: Nahue Souza

Postagem Anterior Próxima Postagem