O deputado Dermilson Chagas (Podemos), afirmou que as prefeituras dos municípios do interior do Amazonas ainda não receberam as emendas impositivas dos deputados estaduais no valor de R$ 33 milhões destinadas à saúde para ajudar no combate ao coronavírus, causador da Covid-19, mesmo o Governo do Amazonas já tendo informado por meio do seu site que os recursos já foram repassados para os Poderes Municipais.

No mês passado, Dermilson já havia anunciado que suas emendas no valor R$ 5.243.231,50 destinadas para aquisição de suprimentos, materiais e insumos que serão utilizados no combate a pandemia no interior não tinham sido pagas pelo Governo do Amazonas. “Na própria justificativa no documento das emendas, o governo disse que não ia pagar porque não eram prioridades para a saúde, mesmo que elas estejam destinadas na batalha contra o Covid-19”, disse.

Na tentativa de desmentir o parlamentar, governo mudou a justificativa no documento dizendo que emendas tinham sido pagas por serem prioritárias. “Pois bem, quero dizer que o governo até agora não fez o seu dever de casa, pois esse recurso ainda não foi depositado na conta das prefeituras. Esse dinheiro não é para mim, é para a população de vários municípios como Parintins e Autazes que sofrem com a falta de estrutura”, disse Dermilson.

O parlamentar questionou da líder do governo, deputada Joana Darc (PL), se o governador Wilson Lima (PSC) havia pago ou não as emendas e quando. “Quero que ele mostre os comprovantes do depósito feito nas contas das prefeituras. Porque do jeito que está, o governo vai confirmar ser o que estão julgando, de Fake News”, ponderou.

Em resposta, Joana informou que apenas as emendas do deputado Josué Neto foram pagas e quantas as outras dos restantes dos parlamentares, iria verificar juntamente com o a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz).


Via Assessoria de Imprensa
Postagem Anterior Próxima Postagem