O coronavírus "pode ​​nunca desaparecer", alertou a Organização Mundial da Saúde (OMS).



Falando em um briefing na quarta-feira, o diretor de emergências da OMS, Mike Ryan, alertou contra a tentativa de prever quando o vírus desaparecerá.

Ele acrescentou que, mesmo que seja encontrada uma vacina, o controle do vírus exigirá um "grande esforço".

É relatado que quase 300.000 pessoas em todo o mundo morreram de coronavírus e mais de 4,3 milhões de casos foram registrados.

"É importante colocar isso em cima da mesa: esse vírus pode se tornar apenas outro vírus endêmico em nossas comunidades e nunca pode desaparecer", disse Ryan em entrevista coletiva virtual em Genebra.

"O HIV não desapareceu - mas chegamos a um acordo com o vírus".

Ryan disse então que não acredita que "alguém possa prever quando essa doença desaparecerá".

Atualmente, existem mais de 100 possíveis vacinas em desenvolvimento - mas o Dr. Ryan observou que existem outras doenças, como o sarampo, que ainda não foram eliminadas, apesar de haver vacinas para elas.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, enfatizou que ainda é possível controlar o vírus com esforço.

"A trajetória está em nossas mãos, e é assunto de todos, e todos devemos contribuir para acabar com essa pandemia", afirmou.

A epidemiologista da OMS Maria van Kerkhove também disse ao briefing: "Precisamos entrar na mentalidade de que levará algum tempo para sair dessa pandemia".

Postagem Anterior Próxima Postagem