Para contribuir na pesquisa que o Instituto Estadual de Hematologia do Rio de Janeiro (Hemorio) está fazendo com plasma de pessoas curadas da infecção casada pelo novo coronavírus (covid-19), o instituto firmou parceria com um aplicativo de transporte individual de passageiros, para que os voluntários possam ir de graça até o local de coleta do material, na região central da cidade.

O teste em pacientes em estado grave começou essa semana e consiste em aplicar o plasma sanguíneo de pacientes curados, pois o plasma contém os anticorpos para a doença. Esse terapia é a mesma utilizada em epidemias como a de ebola, H1N1 e a da gripe espanhola, pandemia ocorrida um século atrás.

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Saúde (SES), a parceria com a Uber vai disponibilizar dois vouchers de até R$ 20 para os voluntários selecionados para pesquisa possam ir até o Hemorio e retornarem para suas casas. No caso de quem mora mais longe, o Homorio estuda a possibilidade de disponibilizar um carro próprio para o transporte do doador.

De acordo com a Uber, a ação vai até o dia 22 de maio, como parte do compromisso da empresa de fornecer, em todo o mundo, 10 milhões de viagens e entregas de alimentos gratuitas para profissionais de saúde, idosos e pessoas em necessidade durante a pandemia.

O doador de plasma precisa ter entre 18 e 60 anos, comprovar estar curado da covid-19 há pelo menos 14 dias. Segundo a secretaria, mais de 600 pessoas já se apresentaram como voluntárias e estão passando por uma triagem para o Hemorio escolher os perfis mais adequados para a pesquisa.

Serão selecionados 100 participantes, que receberão os códigos para as viagens pela Uber. O Hemorio também fez uma parceria com o aplicativo 99, para oferecer voucher de até R$ 30 para doadores de sangue.

Via Agência Brasil
Postagem Anterior Próxima Postagem