A recomendação cita vários problemas como a falta de capacidade de atendimento a pacientes infectados e as condições de trabalho dos profissionais de Saúde
 

O Ministério Público do Amazonas (MP-AM), o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Trabalho (MPT) assinaram recomendação conjunta endereçada ao ministro da Saúde, Nelson Teich, que determine ações emergenciais de acompanhamento, auditoria e controle das medidas empreendidas pelo Amazonas no enfrentamento à pandemia de Covid-19.

A recomendação cita vários problemas como a falta de capacidade de atendimento a pacientes infectados e as condições de trabalho dos profissionais de Saúde em todas as unidades do Estado e de equipamentos.


Informações falhas prestadas pelas autoridades estaduais também são citadas como argumento para que o Ministério da Saúde acompanhe de maneira mais efetiva o trabalho que está sendo realizado no Amazonas contra a pandemia.

O documento é assinado pela promotora de Justiça, Silvana Nobre de Lima Cabral, titular da 58ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa dos Direitos Humanos à Saúde Pública; pelas procuradoras da República, Júlia Rossi de Carvalho Sponchiado, Catarina Sales Mendes de Carvalho e Michêle Diz Y Gil Corbi; pelos procuradores da República, José Gladston Viana Correia e Igor da Silva Spindola e pelo procurador do Trabalho, Jorsinei Dourado do Nascimento.

Via D24AM
Postagem Anterior Próxima Postagem