O deputado Delegado Péricles (PSL) voltou a criticar a ausência de centralização do atendimento aos pacientes acometidos pelo coronavírus. De acordo com o parlamentar, é assustador o número de pacientes atestados positivo para o vírus que permanecem nos Serviços de Pronto Atendimento (SPAs) espalhados nas zonas da capital amazonense. “Eu tive acesso à informação de que 51 pessoas estão nos SPAs e 110 nos hospitais João Lúcio, 28 de Agosto e Platão Araújo – todas com a Covid-19 – aguardam transferência para hospital especializado. Eles nem sequer deveriam estar lá. Se tivéssemos organização quanto a isso, todas essas pessoas teriam ido direto para onde estava sendo centralizado atendimento deste tipo”, disse.

O parlamentar, que já havia abordado o tema em diferentes discussões da Casa Legislativa, reforçou a ausência de real união. “Não é só falar que quer trabalho conjunto, união de todos os poderes. É colocar isso em prática de fato. Nós aqui na Casa, por diversas vezes, já apontamos soluções buscamos informações no intuito de ajudar e nada nos foi passado, nossa voz em momento algum foi considerada”, continuou.

De acordo com o deputado estadual, a não-centralização de atendimentos têm exposto pacientes com outras enfermidades a riscos de contaminação e, consequentemente, à morte. “Não podemos mais seguir lidando com o vírus como se ainda não estivemos entre as piores estatísticas do país e do mundo. É urgente a necessidade de gestão. Nossa população está exposta e começou a morrer em casa”, concluiu.

Via Assessoria de Imprensa 
Postagem Anterior Próxima Postagem