Governador também condenou a propagação de "Fake News" a respeito do vírus


O governador do Amazonas, Wilson Lima, usou suas redes sociais, neste sábado (21/03), para anunciar que determinou o fechamento de bares e restaurantes em todo o Estado, em mais uma ação do Governo para conter a propagação do novo coronavírus (Covid-19). Ele também condenou a ação de pessoas irresponsáveis que estão espalhando fake news relacionados ao Covid-19 no Estado, levando pânico à população.

Wilson Lima assinou o Decreto nº 42.099, de 21 de março de 2020, determinando a suspensão, pelo prazo de 15 dias, a partir deste sábado, do atendimento ao público em geral de todos os restaurantes, bares, lanchonetes, praças de alimentação e similares. Pelo decreto, os estabelecimentos poderão funcionar exclusivamente para entrega em domicílio e como pontos de coleta.

A suspensão não se aplica a bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos que funcionem no interior de hotéis, pousadas e similares, desde que os serviços sejam prestados exclusivamente a hóspedes e que sejam observadas as recomendações da autoridade sanitária de distanciamento mínimo de 1,5m entre as mesas e de até quatro (4) cadeiras por mesa.

Fica suspenso também o funcionamento de todas as boates, casas de shows, casas de eventos e de recepções, salões de festas, inclusive privados, parques de diversão, circos e estabelecimentos similares. Além disso, igrejas, templos religiosos, lojas maçônicas e estabelecimentos similares também estão com suas atividades suspensas a partir deste sábado.

“Nós estamos tomando medidas que, em algum grau, são duras mas que são necessárias para proteger a nossa população. Hoje, por exemplo, estou determinando o fechamento de bares e restaurantes, e a nossa polícia vai estar na rua, juntamente com o pessoal da FVS (Fundação de Vigilância em Saúde) para acompanhar o cumprimento dessas decisões. Não volto atrás de nenhuma decisão que eu tomei, porque todas foram tomadas com o objetivo de proteger o cidadão”.

Entre as medidas já anunciadas pelo Governo para evitar a proliferação do novo coronavírus no Estado por meio da aglomeração de pessoas, estão a suspensão, por 15 dias, das aulas em todos os municípios do Estado, bem como das atividades em academias de ginásticas e similares e dos serviços de transporte fluvial de passageiros.

Fake news – Durante seu pronunciamento, o governador condenou a ação de pessoas que estão se aproveitando da situação de calamidade mundial causada pelo novo coronavírus para propagar fake news. “Nós estamos trabalhando com absoluta transparência, inclusive todos os dias fazemos uma live para atualizar todos os casos suspeitos e casos confirmados aqui no Estado. Agora, tem gente agindo de forma covarde e criminosa divulgado vídeos, áudios que não condizem com a realidade, com o objetivo de, simplesmente, causar mais pânico na população”, afirmou.

“Nós não vamos permitir que isso aconteça. Já identificamos algumas dessas pessoas, a nossa PGE (Procuradoria Geral do Estado) já está acionada e vai acionar a Justiça para punir com todo rigor as pessoas que agem dessa forma. Tudo o que nós estamos fazendo no estado é de forma transparente”, destacou Wilson Lima.





FOTO: DIVULGAÇÃO/SECOM

Postagem Anterior Próxima Postagem