Uma delegação da Suíça liderada pelo ministro da Embaixada da Suíça no Brasil, Boris Richard, e composta ainda por agentes diplomáticos, empresários e representantes de universidades visitou nessa quinta-feira (6) as sedes da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) e do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA). 



O objetivo foi discutir parcerias nas áreas de ciência, pesquisa e inovação e também identificar potenciais oportunidades de negócios para empresas suíças no Brasil e, mais especificamente, na área de abrangência do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) – estados do Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima e municípios de Macapá e Santana, no estado do Amapá.


Na Suframa, a comitiva foi recepcionada pelo superintendente Alfredo Menezes, que enfatizou, principalmente, a representatividade e a importância da Zona Franca de Manaus para a economia do Amazonas, devido ao fato de o modelo de desenvolvimento contribuir com aproximadamente 85% do Produto Interno Bruto (PIB) do estado. Adicionalmente, o superintendente destacou também a missão da Suframa de contribuir com a interiorização do desenvolvimento e o trabalho atualmente liderado pela instituição, sob orientação do Ministério da Economia, visando à implementação e à consolidação de novos vetores econômicos, como a bioeconoma, o turismo e a piscicultura, entre outros. "Não temos dúvida nenhuma de que o nosso futuro é a biodiversidade e é muito bom saber que vocês vão conhecer o CBA, por exemplo. Com certeza absoluta vocês podem colaborar imensamente conosco, principalmente nessa parte de ciência e tecnologia, e nos colocamos à disposição para estreitar parcerias e auxiliar no que for possível", afirmou Menezes.


O ministro da Embaixada da Suíça no Brasil, Boris Richard, afirmou que o Amazonas é um estado muito especial por representar quase uma marca de apelo mundial. “Somos uma grande delegação e estamos visitando os estados brasileiros. Aqui no Amazonas, as prioridades são ciências, pesquisas, inovações e também desenvolver business. Sabemos que existe um grande potencial nesse estado, potencial este que queremos explorar e desenvolver. Muito se fala do Amazonas na Suíça por questões ambientais e dos povos indígenas, e estamos aqui para conhecer. Vocês também podem contar conosco”, destacou Richard.



CBA

Após a reunião na Suframa, a comitiva da Suíça dirigiu-se à sede do CBA, onde logo participou de nova reunião técnica com o superintendente adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Regional, Alcimar Marques, o gestor do CBA pela Suframa, Fábio Calderaro, e pesquisadores e coordenadores de laboratórios do Centro. Além de conhecerem rapidamente a estrutura e os projetos atualmente desenvolvidos na instituição nas áreas de saúde humana, cosméticos, alimentos, agronegócios e indústria, entre outras, a delegação estrangeira também pôde conhecer mais detalhadamente o planejamento construído pela Suframa, em consonância com outras instâncias do governo federal, com o objetivo de transformar o CBA verdadeiramente em um centro propulsor de negócios com base no aproveitamento do imenso potencial da biodiversidade amazônica.


A passagem da comitiva suíça no CBA foi concluída com uma visita aos laboratórios de Extração de Óleos e de Cultura de Tecidos Vegetais, à Central Química Analítica e à Planta Piloto de Processos Industriais.

Via Agência Brasil
Postagem Anterior Próxima Postagem