A pandemia do Covid-19 no mundo e sua prevenção dominaram os pronunciamentos dos parlamentares na manhã desta terça-feira (17) no plenário Ruy Araújo, na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). Na tribuna os deputados repercutiram o aumento desproporcional dos preços de máscaras e álcool em gel, o impacto econômico da doença e o adiamento de eventos públicos por conta da pandemia.

O deputado estadual João Luiz (Republicanos) falou sobre as ações de fiscalização da Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia (CDC-Aleam) para coibir abusos como aumento desproporcional do preço de materiais como álcool em gel, luvas e máscaras. Segundo ele, é preciso que a população denuncie essas práticas abusivas aos órgãos competentes.

Álvaro Campelo (Progressistas) afirmou que apoia as atitudes tomadas pelo governo do Estado para enfrentar a pandemia de COVID-19 e destacou o impacto econômico causado pela doença. O deputado afirmou que os países e estados mais impactados serão aqueles que dependem do turismo.

Também repercutiu o assunto o deputado Fausto Jr. (PV), que disse que a situação é alarmante, ressaltando que é preciso levar em consideração que, oficialmente, só há um único caso confirmado no Amazonas. Segundo ele, após reunião com o governador Wilson Lima, ficou acertado que as festas realizadas nos municípios do interior sejam adiadas e que os recursos destinados à Secretaria de Estado de Cultura sejam contingenciados para serem usados no combate ao vírus.

Ainda sobre o combate à epidemia, o deputado Belarmino Lins (PP) louvou as medidas adotadas pela Aleam no enfrentamento ao vírus pelos três poderes, em especial o Executivo. Belarmino afirmou que, com a primeira vítima fatal no Brasil, é imperativo que se tomem medidas mais enérgicas. O parlamentar comentou que tem recebido diversos questionamentos de prefeitos do interior solicitando informações a respeito de medidas a serem tomadas pelos municípios.

O deputado Cabo Maciel (PL) repercutiu sua indignação com a forma como a prefeitura de Itacoatiara (distante 176 km em linha reta da capital) lida com acidentes de trânsito e a falta de ambulâncias para cuidar da população durante o fim de semana. O parlamentar afirmou que o Hospital José Mendes não pode ter somente duas ambulâncias para atender a todos, com remoção para os hospitais em Manaus. Cabo Maciel condenou o que chamou de falta de respeito da prefeitura com a população.

A vice-presidente da Aleam, Alessandra Campêlo (MDB), apresentou uma Moção de Parabenização ao grupo de alunas da Escola Estadual José Bernardino Lindoso que venceram um concurso de vídeos curtos sobre a Lei Maria da Penha com o vídeo “Dona de Mim”. Alessandra afirmou estar usando uma blusa da Campanha “Eu Também Quero Saber”, uma mobilização nacional cobrando a elucidação do assassinato da Vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes, crime que considera absurdo.



Tramitação


Ao final do grande expediente, a deputada Alessandra Campêlo, que presidiu a Sessão, apresentou aos parlamentares 142 requerimentos deferidos pela Mesa Diretora e 1 Projeto de Lei (PL), que foi encaminhado às comissões competentes para emissão de parecer.





Via Diretoria de Comunicação da Aleam

Fotos: Danilo Mello
Em tempos de "censura" com o jornalismo independente precisamos da ajuda do nosso leitor para nos manter online. Agora você pode apoiar o Amazon Presse através do PIX: 32.688.550/0001-31. Colabore!
Postagem Anterior Próxima Postagem