Visando a proteção de pessoas vulneráveis no Estado, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto, formalizou, neste sábado (21), junto ao Governo do Estado e Prefeitura de Manaus um documento em que solicita que escolas públicas sejam utilizadas para abrigar moradores de rua durante o surto do novo coronavírus na capital e no interior do Amazonas.

O documento solicita que sejam garantidos local adequado para higiene, além de materiais e alimentação.

"Com o isolamento do coronavírus, os moradores de rua são os mais vulneráveis e a adoção dessa medida é essencial para evitar um surto maior da pandemia no Estado", disse Josué Neto.



Quantitativo

Dados da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh) revelam que Manaus tem mais de 1289 moradores de rua.




Balanço

Desde o dia 29 de fevereiro até a última sexta-feira (20), o Amazonas registrou 26 casos confirmados, sendo um em Parintins. Outros 24 casos estão em investigação.
Postagem Anterior Próxima Postagem