"Precisamos de alternativas que fortaleçam a Zona Franca de Manaus e proporcionem maior distribuição das riquezas para os demais municípios do Amazonas", afirma Josué


Em discurso durante a Sessão Solene em homenagem aos 53 anos da Zona Franca de Manaus (ZFM), nesta quarta-feira (11), na Câmara dos Deputados em Brasília, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto, defendeu investimentos e alternativas que proporcionem maior distribuição das riquezas entre os municípios do Amazonas. O parlamentar compôs a Mesa de Autoridades durante a reunião.

Josué explicou que o modelo econômico trouxe grandes benefícios para Manaus, mas não conseguiu atender todo o Estado. “Esse modelo é responsável por 97% da floresta preservada, mas ao mesmo tempo ele faz com que mais do que 92% da moeda que circula no Estado do Amazonas esteja apenas circulando na capital Manaus, ou seja, dos 62 municípios do Amazonas, em um município (Manaus) circula 92% da economia. Nos 61 municípios circula apenas 8% da economia e faz com que o nosso povo seja extremamente carente”, afirmou o parlamentar que também defendeu mais investimentos e alternativas econômicas para o Estado.

“Precisamos criar outras alternativas, desburocratizar as leis ambientais e com responsabilidade. Hoje a Suframa, o Governo de Roraima e Amazonas já estão pensando diretamente na indústria do petróleo, gás e etanol, este último na produção a partir do milho. Isso é pauta do ministro da economia, Paulo Guedes, do presidente Jair Bolsonaro, da Suframa e de todos os homens que são a favor da riqueza e renda do povo do Amazonas e brasileiro”, disse Josué Neto.

Durante o discurso, o parlamentar também voltou a falar que a mineração em terras indígenas são realizadas por traficantes e que a regulamentação da atividade vai permitir que empresas credenciadas façam a exploração de forma legal e sob a fiscalização dos órgãos ambientais estaduais e federais.

“Infelizmente, isso já acontece, os traficantes retiram os minérios, levam para a Colômbia e depois para a Europa. Devemos olhar para esse modelo regional, já que Amazônia é responsável pelo clima do planeta terra”, concluiu Josué Neto.

A Sessão Solene teve a propositura do deputado federal Capitão Alberto Neto (Republicanos), participação do Superintendente da Zona Franca de Manaus, coronel Alfredo Menezes, do presidente da Câmara de Dirigentes e Lojistas de Manaus (CDL-Manaus), Ralph Assayag, do deputado federal Átila Lins (PP), do Secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos da Costa, representando o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, dentre outras autoridades.


***Matéria atualizada às 9 hs de 12/03/2020
Postagem Anterior Próxima Postagem