Em homenagem às mulheres do Amazonas, o deputado estadual Fausto Jr. (PV) apresentou nesta quarta-feira (11) um balanço de suas emendas parlamentares voltadas às mulheres dos municípios de Parintins (distante 369 em linha reta da Capital) e Novo Airão (115 km).

Para auxiliar mães com filhos recém-nascidos, o deputado destinou R$ 50 mil para o projeto “Mães Universitárias” da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) em Parintins.


Os recursos serão usados para construção e aparelhamento de uma sala, no campus universitário, usada para amamentação, troca de fraudas, preparação de mamadeiras, entre outras atividades ligadas aos cuidados dos recém-nascidos.


Fausto Jr. explica que o projeto vai ajudar mais de 300 gestantes e mães com filhos pequenos que estudam no campus de Parintins. “Nosso objetivo não é apenas oferecer mais dignidade e conforto às mães, mas também reduzir a evasão escolar devido a falta de apoio às mulheres e seus bebês”, afirmou o deputado.


Em Novo Airão, o parlamentar destinou duas emendas no valor total de R$ 200 mil para os projetos “Empodera Mulher” e “Mamães de Novo Airão”.

O primeiro projeto é voltado à realização de palestras sobre combate à violência contra mulheres, informações sobre a Lei Maria da Penha, empreendedorismo feminino e a importância da autoestima.


Num espaço oferecido pela prefeitura são realizadas palestras e encontros, além de acompanhamentos psicológico/social e orientação jurídica às mulheres em situação de risco ou vulnerabilidade.


O projeto “Mamães de Novo Airão” funciona por meio de uma parceria com as secretarias municipais de Saúde e de Assistência Social, que acompanham as gestantes do início da gravidez até o pós-parto.


Nos encontros são realizadas rodas de conversa para orientação das gestantes sobre amamentação, importância do pré-natal e da vacinação, respiração correta na hora do parto, entre outros assuntos.


O grupo também promove baby chás coletivos no final de cada acompanhamento, auxiliando principalmente as mães carentes.


O deputado Fausto Jr. reconhece que as mulheres do Amazonas precisam de mais apoio do Poder Público e que os projetos em Parintins e Novo Airão são apenas o início de uma série de ações voltadas às mães e gestantes. “Queremos levar mais apoio as mulheres, principalmente àquelas que vivem em áreas distantes e precisam de ajuda para sair da pobreza e cuidar dos filhos”, concluiu Fausto.


Via Assessoria de Imprensa

Postagem Anterior Próxima Postagem