Os discursos dos deputados na manhã desta quarta-feira (18) na Sessão Plenária da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) foram voltados às preocupações com os efeitos do Coronavírus (COVID-19) no Brasil, principalmente em relação à saúde pública e a economia, que deve enfrentar dificuldades devido ao isolamento social voluntário da população diante da pandemia.

Felipe Souza (Patriota) reconheceu a gravidade da situação, principalmente pela insuficiência hospitalar.

“Estamos vivendo uma crise grande, inclusive econômica, muitas empresas vão quebrar ou passar dificuldades, por isso, é importante as pessoas minimizarem o efeito de transmissão, se recolhendo em suas casas”, analisou.

O deputado estadual João Luiz (Republicanos) relatou diversas denúncias de preços abusivos de álcool em gel sendo comercializados em Manaus e as providências que estão sendo tomadas pela Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia, da qual é presidente. Segundo ele, a Comissão está realizando fiscalizações e recebendo denúncias de superfaturamento via whatsapp, além de orientar as empresas de transporte coletivo para que disponibilizem álcool em gel para os funcionários e higienizem os ônibus.

Álvaro Campelo (Progressistas) apelou às igrejas e empresas do Distrito Industrial que tomassem medidas diante do Coronavírus, para evitar a proliferação e Sinésio Campos (PT) defendeu o fechamento das fronteiras, assim como outros países já fizeram, para resguardar os brasileiros.

Dr. Gomes (PSC) rebateu que várias reuniões estão sendo feitas junto à Secretaria de Saúde e que inclusive no próximo dia 23 estarão disponíveis na rede pública de saúde 223 mil doses de vacinas contra a Gripe Influenza A, além da possibilidade de aumento de eleitos hospitalares equipados com ventilador mecânico para tratamento de Coronavírus, caso seja necessário.

Já o deputado Cabo Maciel (PL) questionou a destinação dos recursos do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI) no município de Itacoatiara (a 176 km de Manaus), que, segundo o deputado, recebeu quase R$ 3 milhões, mas o hospital Regional José Mendes padece com a falta de ambulâncias, de equipamentos, de reformas e até copo descartáveis.

Para Joana Darc (PL) o momento é de união, sem diferenças partidárias e ideológicas. “Já apresentei requerimentos às prefeituras do interior e da capital para que seja feita a distribuição gratuita de álcool gel 70% no interior e na capital para pessoas carentes, que não tem condições de comprar o álcool em gel, pois elas estão desprevenidas”, afirmou, anunciando Projeto de Lei que prevê a notificação compulsória às autoridades em unidades de saúde de casos que apresentem sintomas de corona.



Reuniões virtuais

Preocupados com a gravidade da pandemia pelo Corononavírus (COVID-19) os deputados estaduais da Aleam defenderam a realização de reuniões e atividades parlamentares em ambiente virtual durante o período de quarentena parlamentar adotado pela Mesa Diretora, com medidas de restrição de atividades e de acesso à Assembleia nos próximos dias.





Via Diretoria de Comunicação da Aleam


Foto: Hudson Fonseca
Postagem Anterior Próxima Postagem