Reafirmando posição contra o crescente número de casos de feminicidio no Estado, as deputadas Therezinha Ruiz (PSDB), Mayara Pinheiro (PP) e Alessandra Campêlo (MDB) mobilizam a sociedade convocando para uma caminhada de protesto à violência e aos crimes praticados contra as mulheres. A manifestação marcada para o próximo sábado (14), inicia às 8h, na Praça da Polícia, seguindo até o Largo de São Sebastião, onde haverá uma programação com macroginástica e pronunciamentos.

Criada em 2015, a lei do feminicídio, que caracteriza o assassinato de mulheres, por ódio ou por questão de gênero, vem sendo aplicada no País, revelando uma trajetória ascendente. O Brasil já ocupa o 5º lugar no ranking mundial de feminicídio, enquanto que o Amazonas, segundo pesquisa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ostenta o 3º lugar entre os Estados com o maior índice de casos de assassinatos de mulheres.

Para a deputada professora Therezinha Ruiz, vice-presidente da Comissão da Mulher, da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), presidida pela deputada Alessandra Campêlo, essa realidade precisa mudar, com a realização der campanhas de conscientização sobre os direitos da mulher e com políticas de prevenção, sugere.

Não podemos mais fechar os olhos para essa situação alarmante de assassinato de mulheres, de violação de direitos. E para isso, precisamos estar unidas, elevar a voz e exigir a igualdade e o respeito que todas nós merecemos, não só na semana da mulher, mas no dia a dia das nossas atividades profissionais, na vida doméstica”, enfatiza Therezinha Ruiz.

Como representantes da bancada feminina na Aleam, Therezinha Ruiz, Alessandra Campêlo, Mayara Pinheiro e Joana Darc (PL) tem uma pauta de posições firmes e de compromisso com a defesa dos direitos da mulher no Amazonas, atuando para ampliar essa bandeira, dando voz e poder às mulheres em projetos, especialmente nas áreas de educação, de saúde e de segurança.

A caminhada “Basta de feminicídio”, segundo elas, tem como objetivo conscientizar a sociedade para esse grave problema, que cada vez mais, tem crescido. A manifestação visa chamar a atenção de homens e mulheres para as formas de prevenção da violência e para que compreendam os sinais que antecedem o feminicídio.



Serviço
O que: Caminhada Basta de Feminicídio

Quando: Sábado,14/03/ 2020

Hora: 8h Concentração

Local
: Praça da Polícia, Centro histórico de Manaus

Percurso:
Avenida Sete de Setembro, Avenida Eduardo Ribeiro até o Largo de São Sebastião.


Via Assessoria de Imprensa
Postagem Anterior Próxima Postagem