A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias recebeu o Prêmio da Associação da Cruz Vermelha Americana 2020


“Todo ano premiamos um parceiro extraordinário, e verdadeiramente não consigo pensar em um parceiro melhor do que a Igreja”, disse Gail J. McGavern, presidente e CEO da Cruz Vermelha Americana, durante o jantar de premiação na última quarta-feira, 4 de março de 2020.

“Quando pensamos sobre isso, nossas missões estão bem alinhadas”, disse McGovern. “Ambos estamos tentando aliviar o sofrimento humano”.



O Bispo Presidente Gérald Caussé recebeu o prestigioso prêmio a favor da Igreja por suas doações e voluntariado. “Estamos felizes em representar os muitos membros da Igreja que contribuem, ajudam e colaboram com a Cruz Vermelha”.

A irmã Sharon Eubank, presidente da organização Caridades dos Últimos Dias e primeira conselheira da presidência geral da Sociedade de Socorro também estava presente.

“Nós contribuímos com cerca de sete milhões de dólares em doações durante os últimos quatro anos, em muitas áreas. Mas realmente, o mais importante não é o número de dólares. É o número de horas que nossos membros contribuíram”, adicionou o Bispo Caussé.



Os extraordinários voluntários

“Estive em muitas áreas de desastres, e eles conhecem nossas mãos que ajudam e eles gostam de ver os membros da Igreja confiando, cooperando e colaborando juntos”, disse o Bispo Caussé.



“Eles são provavelmente um dos parceiros nos Estados Unidos por causa dos valores que compartilhamos, voluntariado, ser os primeiros no local, doar sangue, todas essas coisas”, disse a irmã Eubank. “Nosso trabalho só se sobrepõe diversas vezes, enquanto tentamos ajudar comunidades em perigo”.

A organização de Caridade dos Últimos Dias é a maior patrocinadora da Cruz Vermelha. No ano passado, mais de 66 mil pessoas arregaçaram as mangas para doar sangue nas capelas da Igreja em todo o país.

“A Igreja sempre dá um passo à frente e nos ajuda, seja em resposta a um desastre ou doações de sangue”, acrescentou McGovern. “Eles sempre estão dispostos a nos ajudar, eles sempre estão presentes para ajudar os necessitados. E é isso que torna esse relacionamento extraordinário”.



“Nos aplicamos os dois grandes mandamentos de amar a Deus. E porque amamos Deus, amamos nosso próximo. E esse é considerado e reconhecido por muitos ao nosso redor”, explicou o Bispo Caussé.


A associação da Igreja de Jesus Cristo com a Cruz Vermelha

A Igreja é parceira da Cruz Vermelha Americana por mais de um século. Os historiadores da Igreja encontraram correspondência entre líderes dessas organizações que datam de 1898.

“Fiquei chocada ao saber que Clara Barton e Emmiline B. Wells, que foi minha predecessora na Sociedade de Socorro, começaram a se corresponder em 1890, elas conversavam sobre voluntariado e coisas que poderiam fazer”, disse a irmã Eubank.



“Foi Emmeline Wells que começou o capítulo da Cruz Vermelha em Salt Lake City, na época da guerra Hispano-Americana, e eles distribuíam kits para os soldados que pegavam o trem”.

Ela continuou: “Sou muito grata por esse relacionamento. E isso nos levou a novas perspectivas. E é um privilégio trabalhar com a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias”.

“Acho que não posso ir a qualquer lugar deste país e na maioria dos lugares do mundo em que não haja uma equipe da Cruz Vermelha Americana ou da Cruz Vermelha”
, disse o Bispo Caussé.




Ele disse que é fácil para que os voluntários encontrem oportunidade de servir. “Você pode acessar o JustServe, e você encontrará todos os tipos de projeto, incluindo a Cruz Vermelha Americana, e muitas outras organizações humanitárias”.




Via Mais Fé
Postagem Anterior Próxima Postagem