O capitão Carpê Andrade, que atua na 8ª Companhia Interativa Comunitário (Cicom), pode ser um dos alvos da facção criminosa Comando Vermelho (CV). O oficial tem ganhado destaque pelas ações policiais deflagradas no bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus.



O Em Tempo teve acesso aos prints de mensagens via WhatsApp em que integrantes da facção criminosa Comando Vermelho (CV) estariam veiculando a foto do policial e organizando a morte dele.




A reportagem entrou em contato com o capitão Carpê Andrade que prontamente atendeu a reportagem e informou que já tomou conhecimento das ameaças e dos prints entre integrantes de facções e que por conta disso teve que mudar alguns hábitos de rotina.

“Não sabemos até que ponto isso é verdade, mas de qualquer forma já tive que tomar algumas medidas de mudança de hábitos até saber de fato o risco que me cerca. Sou um policial muito atuante e isso com certeza incomoda a criminalidade. É sinal que o nosso trabalho está dando certo”, disse o capitão.


Carpê Andrade relatou ao Em Tempo que mora no bairro Compensa desde 1996 e cresceu no bairro. 


“Gosto muito da Compensa e trabalhar nesse bairro é uma forma de me doar e contribuir com o lugar que tanto me acolheu. Sobre essas ameaças, muitas coisas são verdadeiras e me fizeram tomar essa atitude”, concluiu Carpê.

Postagem Anterior Próxima Postagem