Ação conta com equipes da Polícia Militar e agentes de trânsito.


Uma barreira policial foi montada dentro do Residencial Viver Melhor II, Zona Norte de Manaus, durante o processo de reintegração de posse da Invasão Monte Horebe, que teve início no dia 2 deste mês. Moradores reclamaram que ônibus do transporte coletivo não entram em uma parte do local.


A barreira conta com equipes da Polícia Militar, Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), além dos agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU).


Na manhã desta quarta-feira (4), carros que entravam na segunda etapa do residencial foram abordados e revistados. Segundo a polícia, a ação tenta inibir a entrada de materiais ilícitos no local.



Moradores da segunda etapa reclamaram que, por conta da barreira, ônibus do transporte coletivo entram somente até a primeira etapa do conjunto. Na quarta-feira (4) famílias que moram no local fizerem protesto para cobrar transporte. O G1 aguarda posicionamento do IMMU sobre o assunto.



Reintegração de posse

Forças de segurança atuam na área da invasão Monte Horebe desde a madrugada de segunda-feira (2). A operação, de acordo com o Governo do Amazonas, é resultado de meses de planejamento.




O plano de desocupação foi anunciado no dia 28 de fevereiro. Ao todo, 700 policiais atuam na operação no Monte Horebe, com barreiras em pontos estratégicos a partir do trabalho já realizado pelas equipes de inteligência das forças de segurança.


Segundo o governo, a ocupação no Monte Horebe surgiu da reintegração da ocupação irregular Cidade das Luzes, em 2015, que expulsou as famílias do local.


Via G1
Postagem Anterior Próxima Postagem