O Amazonas tem até o momento 12 casos notificados como suspeitos de Covid-19, sendo 8 descartados e 4 em investigação. Dos casos suspeitos, 3 são em Manaus e 1 em Parintins. Todos os pacientes apresentaram sintomas gripais com histórico de viagem recente. Após atendimento, eles foram liberados, com a recomendação de isolamento social até o resultado dos exames.

Nova campanha de orientação à população – O Governo do Amazonas preparou uma nova campanha publicitária de prevenção às síndromes respiratórias agudas graves, entre elas o novo coronavírus. O material informativo está sendo veiculado nos meios de comunicação do Estado desde a semana passada.

A transmissão do vírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva; espirro; tosse; catarro; contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão; contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

A campanha reforça as medidas de prevenção, como a lavagem das mãos com água e sabão, uso de álcool em gel, uso de lenço descartável, evitar locais aglomerados, além de alertar a população para em casos de sinais e sintomas graves da doença procurar uma unidade de urgência estadual.

Atualização de SRAG - A FVS-AM divulgou, também nesta quinta-feira (05/03), a 10ª edição do Boletim Epidemiológico da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Estado do Amazonas, que corresponde à análise de notificação de novembro de 2019 até o dia 12 de março de 2020.

Segundo o boletim, foram notificados, até o momento, 286 casos de SRAG, sendo 256 apenas na capital amazonense. Destes, foram confirmados 55 casos por vírus respiratórios, sendo identificados 22 casos provocados por Adenovírus, 15 casos de Influenza B, dez para Vírus Sincicial Respiratório (VSR), quatro por Influenza A (H1N1), dois para Metapneumovírus e dois por Parainfluenza 1.

Nessa mesma edição, a FVS informa que no total foram registrados, a partir de novembro, 35 óbitos por SRAG. E pela quarta semana consecutiva permanecem nove óbitos por vírus respiratórios e 26 por outras síndromes respiratórias não virais. Os nove óbitos por vírus respiratórios foram de pessoas residentes em Manaus: 4 Adenovírus, 3 por Influenza B, 1 Vírus Sincicial Respiratório (VRS) e 1 Metapenumovírus.



Via SECOM 
Em tempos de "censura" com o jornalismo independente precisamos da ajuda do nosso leitor para nos manter online. Agora você pode apoiar o Amazon Presse através do PIX: 32.688.550/0001-31. Colabore!
Postagem Anterior Próxima Postagem