O deputado Sinésio Campos (PT) defendeu a necessidade de investimento do Governo do Estado para melhorias na infraestrutura, atendimento de saúde e psicológico nos municípios do Alto Rio Negro a exemplo de São Gabriel da Cachoeira (a 852 km de Manaus), que apresenta elevadas taxas de câncer de colo uterino e, sobretudo, suicídio infantojuvenil.

A sugestão foi apresentada na manhã desta quarta-feira (19), em pronunciamento na Sessão Ordinária da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), quando o parlamentar abordou problemas estruturais e de saúde enfrentados pelo poder municipal em São Gabriel.

Sinésio Campos alertou que é considerada grave a situação dos indígenas do município em face dos suicídios e transtornos psíquicos que ocorrem naquela cidade. Dados revelados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) apontam que cerca de
 67% dos índios sofrem de depressões e transtornos na cidade do alto rio Negro. Bem como revela que 15% da população indígena tira a própria vida. O índice é muito alto na maioria das 23 etnias. A depressão vem pelo alcoolismo, e atinge jovens, crianças e até senhoras com mais de 60.

Diante desse quadro, Sinésio Campos acusa a necessidade urgente de implantação de um programa de saúde mental indígena atuante e específico, com atendimento de demanda 24 horas. “Uma das causas é a falta de oportunidades e perspectiva de vida melhor, principalmente dos jovens, que acabam se envolvendo com o alcoolismo”.

Outro ponto são os índices alarmantes de câncer de colo do útero em São Gabriel da Cachoeira. O parlamentar destacou o trabalho que vem sendo realizado pela Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Saúde. O projeto “Ver e tratar o colo uterino”, iniciado em 2019, para prevenção e tratamento dos pacientes. “Reconhecemos o esforço da FCecon nesta ação, mas defendemos a necessidade de interiorização do trabalho da Fundação para torna-lo permanente nos municípios do Alto Rio Negro e demais regiões do Estado”.

Por último o deputado defendeu a trabalho do Governo do estado, Via Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra) para a recuperação e asfaltamento das ruas do município que estão em estado de precariedade.

Via assessoria de Imprensa 
Postagem Anterior Próxima Postagem