Outubro de 2016, Paulo Apurinã em Brasilia. Foto: Sr. Paulo - 16 B Log.

Quem tem direito de querer ou não são as lideranças e comunidades indígenas que possuem em suas terras a possibilidade de usufruir legalmente da extração, do plantio e da criação sustentável. Quem não desejar logico que não irá usufruir pois serão consultados. O medo das ONG$ é que essas atividades em algumas comunidades indígenas ja existem e eles preferem viver do Crime de Contrabando de Minérios, Madeira, Drogas e Armas, Plantio e Criação ILEGAL. O quem não se pode aceitar é que gente ligada a Laraphius e outros que desconhecem a realidade indígena metam o bedelho passando por cima das lideranças e comunidades indígenas que desejam a LIBERTAÇÃO das correntes dos Gigolôs da Miséria do Índio do Brasil.
Paulo Apurinã
Postagem Anterior Próxima Postagem