Silvia Waiãpi está fazendo o dinheiro chegar nas aldeias e isso não interessa a velha politica que deseja voltar a comandar R$ 1,6 Bilhão


O Brasil tem uma extensão territorial de 851.196.500 hectares, ou seja, 8.511.965 km2. As terras indígenas (TIs) somam 723 áreas, ocupando uma extensão total de 117.427.323 hectares (1.174.273 km2), representando 13.8% das terras do país.

Logo, qualquer departamento do governo ligado aos povos ou terras indígenas passam a ser cobiçados pelos caciques políticos, principalmente daqueles localizados nas áreas das reservas, como Amazonas, Roraima e Pará.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, recebe em seu gabinete vários senadores ligados ao ex-todo-poderoso senador Romero Jucá (MDB), dono de empresa de compra de ouro em Roraima.


O objetivo é muito claro: querem a degola da Secretária Nacional de Saúde Indígena, Silvia Waiãpi.

Da cota pessoal do presidente Bolsonaro, e com perfil eminentemente técnico, a Tenente do Exército administra um orçamento bilionário cobiçado pela classe política de todas as vertentes partidárias.

São R$ 1,6 bilhão ao ano, destinados a realização de contratos voltados para a saúde indígena.

Não há quem não dispute o comando da verba bilionária.

Cabe ao ministro Mandetta a responsabilidade de separar o joio do trigo ao fazer suas escolhas!



Via Conexão Politica
Postagem Anterior Próxima Postagem