A Sessão Ordinária Compensatória realizada nesta segunda-feira (17), trouxe a debate no plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), temas como o aumento do desemprego e os trotes nos serviços emergenciais. Uma Sessão Especial pela passagem do Dia Mundial de Combate à Hanseníase, de autoria do deputado Sinésio Campos (PT), encerrou as atividades do dia.


O deputado Adjuto Afonso (PDT) tratou da questão do desemprego e da capacidade de os pequenos negócios de sustentar o emprego no Amazonas, noticiada na mídia local, e relatou o encontro promovido na CDL-Amazonas, onde foi debatida a interferência negativa de algumas leis aprovadas estaduais, que dificultam a vida dos pequenos empreendedores. Adjuto propôs a criação de uma comissão para avaliar essas.


Os trotes nos serviços de chamadas emergenciais, que no ano passado chegaram a 228 mil, de um total de 1,2 milhão no Amazonas, e só em janeiro deste ano chegaram a 14,6 mil, de um total de 43 mil chamadas, foram tema do discurso do deputado João Luiz (Republicanos). Com apoio dos colegas Fausto Jr. (PV) e Belarmino Lins (PP), o deputado propôs uma mudança na Lei para penalizar com mais rigor o trote.


As ações da Frente Parlamentar Mista de Enfrentamento e Defesa dos Direitos da Pessoa com IST/AIDS e Tuberculose (Frendhat), neste carnaval foram relatadas pelo presidente da frente, deputado Carlinhos Bessa (PV), que junto com a Comissão de Políticas sobre Drogas da Aleam, acompanhou o desfile das bandas da Difusora e da Bica, levando orientação e distribuindo panfletos e preservativos.


Também se pronun
ciaram os deputados Fausto Jr; falando sobre as melhorias nos ramais do interior, Sinésio Campos comentando o desfile da Banda do Gigante, do bairro São José Operário, na zona Leste. Serafim Corrêa (PSB), fez alerta sobre a escolha do novo conselheiro do TCE; João Luiz destacou ação conjunta da CDC/Aleam no bairro Alvorada, na zona Centro-Oeste, com órgãos do Governo e prestadoras de serviços públicos.


Via G1
Postagem Anterior Próxima Postagem