O crescimento econômico e a criação de um Conselho da Amazônia foram os assuntos mais tratados pelos deputados durante a Sessão Plenária desta terça-feira (18) na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

O presidente da Casa, deputado estadual Josué Neto foi o primeiro a encabeçar o tema do crescimento do Amazonas, no Grande Expediente, apontando o crescimento de mais de 13% no cenário econômico atual em relação a 2015, citando matéria da revista Veja que apontou os estados de São Paulo e Amazonas como os estados que cresceram mais que o dobro, em comparação com outros estados brasileiros. A criação do Conselho da Amazônia foi comemorada por Josué, que lembrou a composição do futuro Conselho por militares que conhecem muito bem a região.

Da mesma forma, o deputado Fausto Junior (PV) destacou o crescimento da Zona Franca, lembrando o sucesso do modelo que historicamente é ameaçado pela perda de incentivos fiscais. Saullo Vianna (PPS) também falou sobre o assunto, lembrando que no início desta legislatura propôs a criação de uma Frente Parlamentar em Defesa da Zona Franca de Manaus.

O Conselho da Amazônia também foi abordado pela deputada Joana Darc (PL), repercutindo reunião com o vice-presidente General Mourão, onde a revitalização da BR-319 foi debatida, englobando também os impactos ambientais trazidos com a revitalização. Outro tema tratado pela parlamentar foi sobre o Plano de Cargos dos servidores efetivos da Assembleia, pedindo esclarecimentos da Mesa Diretora sobre a situação atual, já que muitos servidores anseiam há tempos por valorização e pela aprovação do Plano para se aposentar.

Álvaro Campelo (Progressistas) falou sobre as ações da Comissão de Crianças, Jovens e Adolescentes no Carnaval, orientando e fiscalizando com a ajuda da polícia, a presença de menores de idade em situações de risco de exploração sexual ou de trabalho.

No Pequeno Expediente, Serafim Corrêa (PSB) apresentou dados de arrecadação dos municípios, afirmando a falta de transparência na gestão de recursos municipais e o deputado Álvaro Campelo (Progressistas) defendeu a redução progressiva do Imposto sobre Mercadorias e Serviços (ICMS) de 2% ao ano, totalizando 8%. De acordo com o parlamentar, a redução vai possibilitar maior consumo de combustível, que vai compensar na arrecadação do estado.

Carlinhos Bessa (PV) cobrou da Polícia Civil a elucidação do caso da morte do jovem Robson Rabelo em situação ainda desconhecida. João Luiz (Republicanos) reclamou da falta de respostas das secretarias em relação aos requerimentos formulados pelos parlamentares.

Cabo Maciel (PL) e Joana Darc (PL) parabenizaram o governador pela escolha da delegada Emília Ferraz para o comando da Delegacia Geral do Amazonas, sendo a primeira mulher a assumir o posto.

Sinésio Campos (PT) acusou o deputado Delegado Péricles (PSL) de crime cibernético pela propagação de ‘fake news’ em suas redes sociais quando na publicação de uma foto que apontava o título de Cidadão outorgado ao ex-presidente Lula havia sido cancelado. Delegado Péricles explicou a postagem, esclarecendo que o texto dizia que a revogação do título ainda será votada.

A deputada Therezinha Ruiz (PSDB) encerrou a Sessão, comemorando a inauguração de um Centro de Ensino de Tempo Integral (CETI) no município de Careiro Castanho (a 88 km de Manaus) que vai atender jovens de ao ano com biblioteca, laboratório, segundo ela, com educação de primeiro mundo, com acompanhamento necessário, descobrindo talentos nas escolas.

Via assessoria de Imprensa 
Postagem Anterior Próxima Postagem