Poço Sem Fundo: Em Julho de 2016 foram gastos quase R$ 2 Milhões que Dangelo deixou se deteriorar na beira do rio Manacapuru. Com os novos investimentos a UBSF reinaugurada passa a valer cerca de R$ 20 Milhões que representa 10 vezes mais do que o valor inicial


UBSF ficou abandonada de proposito na beira do rio Manacapuru por 3 anos

O governo do Amazonas junto com a Embaixada da Coreia e prefeitura de Manacapuru entregaram, ontem quinta-feira (13/02), Unidade Básica de Saúde Fluvial (UBSF) Inteligente do Amazonas, batizada em 2016 de Catarina Brota dos Santos. A UBSF é a primeira a contar com tecnologia de ponta para realizar atendimentos médicos em comunidades ribeirinhas. O projeto, fruto de parceria entre Governo Federal, Governo do Estado, Governo Coreano e Prefeitura de Manacapuru (município localizado a 99 quilômetros da capital), vai atender, inicialmente, famílias que moram na região do rio Manacapuru.


A Coreia está investindo algo em torno de R$ 15 Milhões em equipamentos de ponta, disponibilizando não só a implantação desses equipamentos, mas também treinamento dos profissionais que estarão embarcados.

Investimento – A UBS Fluvial foi construída em 2016 com recursos do Governo Federal, da ordem de R$ 2 Milhões, e foi reequipada com recursos provenientes do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI). Manacapuru recebeu (para algo que ja deveria esta equipada), em 2019, R$ 2.890.969,37 do FTI. Os equipamentos de tecnologia, necessários para o andamento do Projeto Barco Inteligente, foram doados pelo Governo Coreano.


Também participaram da re inauguração da UBS o embaixador da República da Coreia no Brasil, Chan Woo Kim; o prefeito de Manacapuru, Beto D’Ângelo; além do secretário de Estado de Saúde (Susam), Rodrigo Tobias e o secretário municipal de saúde de Manacapuru, Rodrigo Fábio Balbi Saraiva.

Estrutura – A unidade dispõe de consultório médico, odontológico, sala de procedimentos, sala de enfermagem, farmácia, laboratório de exames, refeitório e seis camarotes. Com a UBS Fluvial Inteligente, a população de Manacapuru terá acesso a atendimento médico, odontológico, acompanhamento de pré-natal, de saúde da criança, vacinação, exames de ultrassonografia, preventivos e laboratoriais, entre outros serviços característicos da Saúde Primária.

O barco é o primeiro a ser equipado com a tecnologia Coreana no Amazonas e os dados das consultas e exames serão monitorados pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), que fará uma análise epidemiológica sobre as doenças que mais atingem a população ribeirinha naquela localidade. A previsão é de que as viagens tenham duração mínima de 10 e máxima de 20 dias.

“O Governo Coreano e várias instituições e pessoas conhecem a importância do projeto. Em 2019 completou 60 anos dessa integração, amizade, de imigração entre Brasil e Coreia, comemorados oficialmente pelo Governo Coreano e pelo Governo Brasileiro. Nenhum projeto na área de saúde, apesar desse longo tempo, havia acontecido. Por isso que estamos muito satisfeitos com o que está acontecendo hoje”, afirmou Young-Ro Yoon, coordenador geral do projeto na Universidade Yonsei, da Coreia.


FOTOS: Bruno Zanardo e Diego Peres/ Secom
Postagem Anterior Próxima Postagem