Com sua habilidade de diminuir a própria temperatura para conservar energia, o arganaz pode ajudar a resolver os principais desafios de longas viagens espaciais para humanos.




Este pequeno roedor tem uma habilidade notável que, além de ajudá-lo a sobreviver durante o inverno, pode ser extremamente valiosa para o futuro das viagens espaciais.


Ao hibernar, um arganaz pode diminuir sua temperatura corporal, chegando até a 2°C, para ficar equivalente à temperatura do ambiente. Assim, ele reduz seu ritmo cardíaco e respiratório, economiza energia e pode viver de suas reservas de gordura.


Sonda Voyager 2 chega ao espaço interestelar e se iguala à 'irmã mais velha'

Cientistas capturam pela primeira vez a imagem de um cometa vindo de outro sistema solar




Mas o que isso tem a ver com viagens espaciais?


As habilidades dessa e de outras espécies podem ajudar os humanos em dois dos principais desafios de viagens espaciais: a duração da jornada e a quantidade de alimento que precisaríamos transportar para sobreviver.


Empresas do setor aeroespacial já estão pesquisando tecnologias que permitiriam que humanos hibernassem em viagens interplanetárias.



Via G1
Postagem Anterior Próxima Postagem