"O Corno Fugitivo NÃO ACEITOU o fim da relação e assassinou a Cunhã Poranga"

Michel Sabóia de Souza, 19, é o principal suspeito de ter assassinado a namorada Heloísa Medeiros da Silva, 17, em dezembro de 2019. Ele não cumpriu promessa de se entregar e é considerado foragido desde então.




Já completou um mês do assassinato da adolescente Heloísa Medeiros da Silva, 17, e a polícia ainda não possui nenhuma pista do paradeiro do assassino, Michel Sabóia de Souza, 19, que após der cometido o crime, fugiu. Por meio de um familiar que é advogado, Michel prometeu se entregar, mas além de não cumprir o prometido, sumiu do mapa e continua foragido.



Heloísa foi encontrada morta por estrangulamento na manhã do dia 15 de dezembro do ano passado, na casa de familiares localizada na rua Miranda Leão, Centro de Manaus. A vítima estava enrolada em um lençol, seminua, estrangulada, com as unhas de silicone arrancadas.



O crime está sendo investigado Pela Delegacia Especializada em Homicídios e Seqüestros (DEHS). Nesta quinta-feira (16), o titular da especializada, delegado Paulo Martins, disse que Michel está sendo procurado, mas até o momento não foi localizado.



Conforme Martins, o suposto assassino de Heloisa está com prisão preventiva decretada e poderá ser preso a qualquer momento, assim que for achado. O delegado disse ainda que foi instaurado inquérito policial para investigar o crime e que já foram ouvidos familiares das duas partes. 


“O que estamos esperando agora é que ele se apresente como havia prometido ou que seja preso em algum lugar”, disse o delegado. Na noite do crime, a adolescente tinha saído com Michel para o do bar Gargalo, no Vieiralves. De manhã, ela foi encontrada morta e Michel teria confessado o crime ao seu parente e advogado.



Via A Crítica
Postagem Anterior Próxima Postagem